Marcado para acontecer na noite deste sábado (12), em Glandale (EUA), o UFC 263 será mais um evento marcante para os fãs de MMA. Ao todo, serão duas disputas de cinturão no card. Na luta principal da noite, o atual campeão peso-médio, Israel Adesanya, defende seu título diante de Marvin Vettori. O co-main event da noite terá o Brasil em disputa de cinturão. Atual campeão peso-mosca do Ultimate, Deiveson Figueiredo volta a enfrentar Brandon Moreno. O paraense é um dos brasileiros que ostenta cinturão na maior organização de MMA do mundo atualmente, junto com Charles do Bronx (peso-leve) e Amanda Nunes (peso-galo e peso-pena).

O UFC 263 vai contar também com outros três brasileiros em ação. No card principal, o casca-grossa Demian Maia, atualmente com 43 anos, vai enfrentar Belal Muhammad em duelo válido pela categoria meio-médio e, em sua última luta no contrato com a franquia, pode fazer sua despedida do MMA. Já no card preliminar, o peso-leve Luigi Vendramini e o peso-pesado Carlos Boi encaram Fares Ziam e Jake Collier, respectivamente. Além disso, outro destaque vai para o retorno de Nate Diaz. Atualmente com 36 anos e sem lutar desde novembro de 2019, o polêmico lutador americano vai medir forças contra Leon Edwards.

Dois cinturões em jogo no UFC 263

Dois títulos do UFC estarão em jogo no evento deste sábado, em Glendale, no Arizona. No main event, o campeão peso-médio Israel Adesanya (20-1-0) defende seu título contra o italiano Marvin Vettori (17-4-1). Invicto na divisão, o nigeriano conquistou o cinturão em outubro de 2019, com um nocaute sobre Robert Whittaker. Desde então, já defendeu seu cinturão duas vezes – contra Yoel Romero e Paulo Borrachinha. Mais uma defesa neste sábado reforça a posição de Adesanya como um dos campeões mais dominantes da atualidade.

Terceiro na categoria até 84kg, Marvin Vettori vem em uma impressionante sequência de cinco vitórias, a última delas conquistada em abril, contra Kevin Holland, na decisão unânime dos jurados. Além de poder conquistar o maior resultado da sua carreira até hoje, o atleta da Kings MMA também terá a chance de devolver a derrota sofrida para o campeão em 2018 e se tornar o primeiro lutador italiano campeão no Ultimate.


Já a esperada revanche entre o campeão peso-mosca Deiveson Figueiredo (20-1-1) e o mexicano Brandon Moreno (18-5-2) será a segunda luta mais importante da noite. O primeiro confronto entre os dois aconteceu no UFC 256, em 12 de dezembro de 2020. Na ocasião, o brasileiro manteve o cinturão após cinco rounds emocionantes, que terminaram em um empate majoritário. Logo após o evento, Dana White garantiu que os dois teriam tempo para se recuperarem, e que a revanche seria automática.

Agora, exatos seis meses depois, Deiveson não quer deixar dúvidas sobre quem é o verdadeiro rei da categoria até 57kg. Invicto há seis lutas, o paraense de Soure vem dominando seus adversários dentro da divisão, intercalando vitórias por nocaute e finalização. Líder do ranking, Brandon Moreno tem 27 anos e é apontado como uma das promessas do peso-mosca. Antes do empate com o campeão, somava três vitórias seguidas.


Demian Maia retorna em duelo contra Muhammad

O peso-meio-médio Demian Maia (28-10-0) é outro brasileiro que estará em ação neste sábado no UFC. Aos 43 anos, o faixa-preta de Jiu-Jitsu volta a lutar depois de mais de um ano afastado do octógono. Em sua última luta, em março de 2020, foi superado pelo também brasileiro Gilbert Durinho. Com 14 vitórias por finalização – 11 dentro do UFC – Demian já venceu nomes como Jorge Masvidal, Carlos Condit, Ben Askren e Matt Brown.

O seu oponente desta vez será o americano Belal Muhammad (18-3-0, 1NC), que vem em uma sequência de quatro resultados positivos. Em sua última luta, em março deste ano, teve o olho atingido pelo dedo de Leon Edwards – o que fez o confronto ser encerrado como No Contest (luta sem resultado).


Mais dois brasileiros em ação

Outros dois brasileiros completam o time do país no Arizona: Luigi Vendramini (9-1-0) e Carlos Felipe (10-1-0). O peso-leve Luigi estreou no UFC em 2018 e vem de um impressionante nocaute no primeiro round sobre Jessin Ayari. Seu adversário no UFC 263 será o francês Fares Ziam (11-3-0). Já o peso-pesado Carlos Felipe vai em busca da sua terceira vitória seguida na maior organização de MMA do mundo. ‘Boi’, agora, encara o americano Jake Collier (12-5-0).

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC 263
Glendale, no Arizona (EUA)
Sábado, 12 de junho de 2021

Card principal
Israel Adesanya derrotou Marvin Vettori por decisão unânime dos jurados
Brandon Moreno finalizou Deiveson Figueiredo com um mata-leão no 3R
Leon Edwards derrotou Nate Diaz por decisão unânime dos jurados
Belal Muhammad derrotou Demian Maia por decisão unânime dos jurados
Paul Craig finalizou Jamahal Hill com uma chave de braço no 1R

Card preliminar
Brad Riddell derrotou Drew Dober por decisão unânime dos jurados
Eryk Anders derrotou Darren Stewart por decisão unânime dos jurados
Lauren Murphy derrotou Joanne Calderwood por decisão dividida dos jurados
Movsar Evloev derrotou Hakeem Dawodu por decisão unânime dos jurados
Pannie Kianzad derrotou Alexis Davis por decisão unânime dos jurados
Terrance McKinney derrotou Matt Frevola por nocaute técnico no 1R
Steven Peterson derrotou Chase Hooper por decisão unânime dos jurados
Fares Ziam derrotou Luigi Vendramini derrotou por decisão majoritária dos jurados
Carlos Boi derrotou Jake Collier por decisão dividida dos jurados