Logo após realizar com sucesso a sua terceira defesa de cinturão no peso-médio, contra Marvin Vettori, no último fim de semana, pelo UFC 263, Israel Adesanya já estava com os olhos no próximo alvo. O nigeriano quer enfrentar um velho rival: o ex-campeão Robert Whittaker. Dana White, presidente da companhia, confirmou que essa será a próxima disputa de título na divisão e projetou o duelo para outubro deste ano.

“Isso é o que eu amo sobre Adesanya. Adesanya, antes dessa luta (contra Vettori, no UFC 263) acontecer, alguns dias antes, ele nos comunicou: ‘Eu quero lutar novamente em outubro’. Ele não tinha nem lutado ainda e já estava falando sobre o seu próximo compromisso. Eu amo isso. Então, nós vamos organizar essa luta dele contra o Whittaker o mais rápido possível”, disse o dirigente em coletiva de imprensa após o evento.

Adesanya também pediu para que o duelo acontecesse na Nova Zelândia – onde mora e treina. No entanto, por conta das restrições em relação ao novo coronavírus, Dana se mostrou pessimista quanto ao desejo do campeão dos médios: “Você está falando sobre Nova Zelândia ou Austrália? Eu duvido muitíssimo”, afirmou.

O primeiro confronto entre os dois aconteceu em 2019, durante uma unificação dos cinturões no peso médio. Adesanya chegou ao combate como campeão interino, enquanto Whittaker tinha posse do título linear. O nigeriano venceu por nocaute no segundo round, na luta principal do UFC 243, em Melbourne, na Austrália.