Faixa-preta de Jiu-Jitsu e respeitado nome no cenário nacional do MMA, Matheus Serafim, assim como milhares de pessoas, teve a vida impactada pela pandemia de Covid-19. A rotina de treinos precisou ser adaptada para um espaço em casa. Além disso, fez com que seu filho Joaquim, de 4 anos, pudesse treinar.

“Meu filho, acabou de fazer 4 anos e, desde um ano e pouquinho, já o levo comigo nos treinos. Ele fica sentadinho e acompanhando. Ele sempre gostou de estar comigo nos tatames e nos treinos. Agora, que entende um pouco mais, gosta de colocar o quimono, fazer as posições. Estou, aos poucos, ensinando a ele de forma divertida, uma relação de pai e filho. Acredito que esteja vivendo um sonho, de um pai faixa-preta que pode treinar o próprio filho”, disse Serafim, que elencou os benefícios do esporte para uma criança:

“Eu pratico esporte desde os meus 5 anos e vejo a diferença entre crianças que praticam e não praticam. Tenho 38 anos e nunca tive videogame, nunca fiz questão. Vejo que o meu filho segue esse mesmo caminho. Ele não gosta de telefone e essas coisas, gosta de brincar. O esporte leva a uma qualidade de vida”, disse.

Por conta da pandemia, Matheus segue realizando treinos em casa e reformou o espaço que tinha em parceria com a Loja da Maria. O casca-grossa colocou tatames novos e reforçou o cuidado sobre higienização por conta do filho: “Fiquei muito feliz com essa parceria, porque eu sei que é uma marca muito respeitada, com tatames de alta qualidade. Isso está fazendo toda diferença dos meus treinamentos em casa. Eu tenho um filho pequeno, então, os cuidados com o tatame precisam ser redobrados. Limpo diariamente o tatame e o chão, passo álcool e desinfetante, deixando tudo sempre limpinho”, concluiu.