* Após um mês de confinamento, provas e, principalmente, duelos eletrizantes, Lucas Gualberto está pronto para o seu maior desafio no “The New Star”, reality show organizado pelo BJJ Stars. Finalista da competição entre os homens, ele vai medir forças com Natan Chueng no dia 26 de junho, data marcada para acontecer a próxima edição do evento e, ao mesmo tempo, as finais do programa. Vale ressaltar que, além de Gualberto x Chueng na grande decisão masculina, Izadora Cristina e Ingridd Alves fazem a final feminina.

Em entrevista à TATAME, Lucas Gualberto falou sobre a experiência de participar do reality show, uma ação inovadora no Jiu-Jitsu. O casca-grossa garantiu sua vaga na grande final ao derrotar Leonardo Lara por 6 a 3 nas vantagens após 2 a 2 nos pontos, e destacou os aprendizados que adquiriu ao longo do confinamento.

“Foi algo realmente tenso nos primeiros dois dias e nos últimos três. Acabei tendo alguns problemas de ansiedade, coisa que nunca tinha acontecido antes, porque abril/maio é um mês especial, meu aniversário, da minha ‘mina’ e da minha mãe, e eu não tive contato. Mas ao mesmo tempo, foi algo engrandecedor, porque pude conhecer as pessoas, e não só o cara que está na minha frente para lutar. Essa é a maior lição que eu vou tirar junto ao esporte coletivo. Sou do Jiu-Jitsu, um esporte individual, só depende de mim quando estou dentro do tatame, mas as provas do reality show me mostraram outra coisa: trabalho em equipe”.

Ao longo do bate-papo, Lucas falou sobre o que espera da luta com Natan Chueng, destacou o trabalho feito pelo BJJ Stars no cenário do Jiu-Jitsu e sua participação no South America Continental Pro, da AJP, onde foi derrotado por Fabricio Andrey no absoluto peso-leve, mas campeão nos 77kg ao bater Pedro Costa na final.

Veja outros trechos da entrevista com Lucas Gualberto:

– Expectativa para duelo contra Natan Chueng

O Natan é um cara realmente muito bom. A gente fez um mês de treinamento junto, porque éramos do time vermelho e já temos quatro lutas, pois lutamos desde a faixa-roxa. Estou com a expectativa muito boa para a final e vou buscar a vitória do primeiro ao último minuto, se realmente for até o último minuto. Meu treinamento está perfeito, com uma quantidade de ‘gênios’ do meu lado para ajudar durante a preparação.

– Trabalho feito pelo BJJ Stars em prol do Jiu-Jitsu 

É um trabalho muito legal, não só para a nova geração do Jiu-Jitsu, mas para o esporte como um todo. Falando pela nova geração, é muito legal ver o que eles fizeram, principalmente quando se faz um reality show onde se ‘divulga’ alguns atletas e você dá mais notoriedade para os lutadores que estão na final. Fico muito honrado de ter chegado à final e de ter feito parte desse projeto. Agora é ir buscar o título.

– Participação no South America Continental Pro

O modelo da AJP é um modelo muito difícil de competição, porque eles incentivam você a lutar mais pra frente e, ao mesmo tempo, você não pode errar. É só fazer uma retrospectiva de todas as finais na faixa-preta… Pouquíssimas foram por uma grande diferença, algumas foram por decisão, outras por um ponto, e outras no empate. Então, esse modelo é muito desgastante na parte física, estratégica e mental, e isso faz o atleta precisar dar mais dele para vencer. Sobre a minha participação, fiquei bem feliz. Acredito que posso melhorar muitas coisas e esse campeonato veio para mostrar isso, mas acho que fiz um bom trabalho.

– Planos em caso de vitória na final do reality show

Em caso de vitória, tenho duas lutas com o BJJ Stars e pretendo fazer, talvez, uma luta pelo title shot, e na sequência uma luta para buscar o título dos médios. É difícil falar isso agora, mas é o que eu almejo e vou em busca. O resto da temporada é continuar competindo de quimono, tendo em vista que já tem o World Pro confirmado e muito em breve devem confirmar o Mundial da IBJJF, que é o sonho de todo atleta faixa-preta.

CARD COMPLETO:

BJJ Stars 6
Sábado, 26 de junho de 2021
Pay-per-view: AQUI

Card principal
Com quimono: Felipe Preguiça x Patrick Gaudio (cinturão peso-pesado)
Sem quimono: Lucas Hulk x Matheus Diniz
Sem quimono: Mahamed Aly x Yuri Simões
Com quimono: Michael Langhi x Claudio Caloquinha

Card preliminar
Com quimono: Gutemberg Pereira x Erberth Santos
Com quimono: Tainan Dalpra x Athos Miranda
Sem quimono: Bianca Basílio x Gabi Fetcher
Com quimono: Izadora Cristina x Ingridd Alves (final The New Star)
Com quimono: Natan Chueng x Lucas Gualberto (final The New Star)
Com quimono: Rudson Mateus x Dimitrius Souza
Com quimono: Dyná Sena x Ershiley Kessy
Com quimono: Matheus Spirandeli x Henrique Ceconi

* Por Mateus Machado