A primeira parte da sexta edição do BJJ Stars, evento que acontece na noite deste sábado (26), contou com grandes confrontos, muita emoção e dois campeões consagrados. Nas finais do “The New Star”, primeiro reality show da história do Jiu-Jitsu, Lucas Gualberto e Izadora Cristina venceram Natan Chueng e Ingridd Alves, respectivamente, ficando com os títulos do programa. Outros destaques foram os triunfos de Tainan Dalpra, que finalizou Athos Miranda, e Bia Basílio, que deu um show sem quimono contra Gabi Fechter. Já Erberth Santos voltou a vencer na organização ao superar Gutemberg Pereira por decisão dos árbitros.

Erberth Santos supera Gutemberg

Bastante aguardado – e inclusive escolhido – pelos fãs de Jiu-Jitsu, o combate entre Gutemberg Pereira e Erberth Santos teve início com muito estudo por parte dos dois lutadores. Na marca dos cinco minutos, os faixas-preta ficarem em pé, mas o duelo continuou morno. O atleta da GFTeam atacava mais, enquanto Erberth respondia buscando o erro do oponente. Ao término dos dez minutos de luta, o “Lobo” ficou com a vitória por decisão dos árbitros. Em entrevista após o evento, Erberth garantiu que o triunfo foi “só o começo” e ele “está de volta” à cena, agradecendo ainda ao apoio dos fãs que votaram para a sua participação.

Erberth Santos voltou a vencer no palco do BJJ Stars (Foto Dai Bueno / TATAME)

Tainan Dalpra dá show e finaliza Athos

No encontro entre promessas, Athos Miranda, assim que iniciou a luta, chamou Tainan Dalpra para a guarda. Por cima, o pupilo dos irmãos Mendes mostrou boa movimentação. Com os dois atletas de pé, foi a vez de Tainan puxar Athos e conseguir uma raspagem. Com 2 a 0 à frente, Dalpra não teve pressa, passou a guarda, foi para as costas e finalizou com um lindo estrangulamento em sua estreia como faixa-preta no Brasil.

Bia Basílio ‘atropela’ Gabi Fechter

A casca-grossa Bianca Basílio segue em grande fase no sem quimono. Campeã do ADCC – maior torneio de luta agarrada do mundo – em 2019, a faixa-preta da Almeida JJ teve um duro desafio No-Gi contra Gabi Fechter no BJJ Stars, mas não se intimidou. Depois de um início estudado, Bia começou o seu show. Primeiro, ela pegou as costas, abrindo 4 a 0. Na sequencia, partiu para a montada e marcou mais quatro pontos. Por cima e com 8 a 0 no placar, Bia Basílio continuou dominando até sacramentar mais uma importante vitória.

Bia Basílio teve grande atuação contra Gabi Fechter (Foto Dai Bueno / TATAME)

Título feminino fica com Izadora 

Na decisão feminina do “The New Star”, Izadora Cristina começou raspando, abriu 2 a 0 e segurou Ingridd Alves por cima, com a luta travando na 50-50. Foram praticamente cinco minutos na mesma posição, a dupla chegou a ser punida por falta de ação, até que na reta final a disputa cresceu em emoção. Ingridd foi para o tudo ou nada, acabou sendo novamente raspada pela faixa-preta da Alliance/Dream Art, devolveu o movimento, mas no fim o título do programa entre as mulheres ficou com Izadora após triunfo por 4 a 2.

Gualberto fatura título contra Chueng

A final masculina do “The New Star” colocou Natan Chueng e Lucas Gualberto frente a frente em aguardado combate. O duelo foi um clássico guardeiro x passador, com Lucas por cima, pressionando o tempo inteiro, enquanto o carioca da equipe Cícero Costha defendia bem as investidas, principalmente segurando as mangas do rival. Com o placar zerado, os árbitros decidiram pela vitória do campeão Gualberto, o “Piauí”.

Lucas Gualberto vibrou muito com o título (Foto Dai Bueno / TATAME)

Dimitrius Souza vence Rudson Mateus

Em um encontro entre dois competidores de alto nível, Rudson Mateus e Dimitrius Souza não queriam dar margem para o erro e, por isso, foram punidos por falta de combate. Poucos minutos depois, nova punição para Rudson, que fazia guarda, e uma vantagem para Dimitrius, que ficou à frente no placar. O panorama não mudou, o faixa-preta da Alliance – que jogava por cima – recebeu uma punição e, com a luta empatada, ligou o alerta. Faltando 1 minuto, Dimitrius botou pressão e marcou a sua segunda vantagem.

Dyná pega Ershiley no estrangulamento

Ershiley Kessy tomou a iniciativa contra Dyná Sena e, colocando pressão, fez uma vantagem. No decorrer da luta, entretanto, a faixa-preta da equipe paraense Castro Team “acordou”, impôs seu jogo e, com uma grande atuação, finalizou Kessy com um justo estrangulamento pelas costas para estrear com o pé direito.

De virada, Spirandeli derrota Ceconi

Henrique Ceconi começou a luta conseguindo a queda e abrindo 2 a 0 sobre Matheus Spirandeli. O combate chegou a ficar parado alguns minutos para que Ceconi recebesse atendimento na mão e, ao retornar, teve o faixa-preta da Alliance indo em busca do empate. E ele veio com uma raspagem. Na sequência, Spirandeli aproveitou um erro de Henrique, pegou as costas e quase finalizou na chave de braço. No fim, foi o suficiente para Matheus levar o triunfo por 6 a 2 nos pontos, em luta eleita a melhor da noite pela organização.

RESULTADOS COMPLETOS:

BJJ Stars 6
Sábado, 26 de junho de 2021

Card principal
Felipe Preguiça finalizou Patrick Gaudio com um estrangulamento pelas costas (cinturão)
Lucas Hulk derrotou Matheus Diniz por 2 a 0 nos pontos (No-Gi)
Yuri Simões derrotou Mahamed Aly por decisão dos árbitros (No-Gi)
Michael Langhi derrotou Claudio Caloquinha por uma vantagem após 0 x 0

Card preliminar
Erberth Santos derrotou Gutemberg Pereira por decisão dos árbitros
Tainan Dalpra finalizou Athos Miranda com um estrangulamento arco e flecha
Bianca Basílio derrotou Gabi Fechter por 8 a 0 nos pontos (No-Gi)
Izadora Cristina derrotou Ingridd Alves por 4 a 2 nos pontos (final The New Star)
Lucas Gualberto derrotou Natan Chueng por decisão dos árbitros (final The New Star)
Dimitrius Souza derrotou Rudson Mateus por uma vantagem após 0 x 0
Dyná Sena finalizou Ershiley Kessy com um estrangulamento pelas costas
Matheus Spirandeli derrotou Henrique Ceconi por 6 a 2 nos pontos