O duelo de exibição no Boxe entre Floyd Mayweather e Logan Paul, realizado no último domingo (6), para um público de 25 mil pessoas no estádio, serviu para evidenciar ainda mais a alta envolvendo os combates entre atletas profissionais do mundo da luta e youtubers que decidem se aventurar na nobre arte. Irmão de Jake Paul – que tem um duelo marcado contra o ex-campeão meio-médio do UFC Tyron Woodley para o mês de agosto -, Logan Paul não foi nocauteado por Mayweather e, de quebra, faturou uma boa quantia em dinheiro.

A imprensa divulgou que Logan pode ter recebido 20 milhões de dólares (cerca de R$ 100 milhões), enquanto Mayweather revelou que embolsou US$ 30 milhões (aproximadamente R$ 152 milhões na cotação atual) “apenas” para subir no ringue, ou seja, sem contar as cifras envolvendo pay-per-view, entre outras receitas. Os números impressionaram e renderam comentários de Francis Ngannou, campeão peso-pesado do UFC.

Através das suas redes sociais, o camaronês se mostrou surpreso com o valor que Logan Paul recebeu na luta de exibição contra Floyd Mayweather e, indiretamente, expôs seu descontentamento com a diferença das remunerações no Boxe e no MMA. Vale citar, inclusive, que Jon Jones entrou em rota de colisão com o UFC após não aceitar o salário oferecido pela organização para um possível combate contra Ngannou.

“É uma loucura pensar que Logan Paul (0-1) acabou de ganhar 20 milhões de dólares (cerca de R$ 100 milhões) em uma exibição de Boxe. O que estamos fazendo de errado?”, questionou o lutador de 34 anos.