Com um currículo vitorioso no Jiu-Jitsu, o faixa-preta Eli Braz assinou contrato com a marca de quimonos Vouk. O lutador tem como um dos principais feitos nas faixas coloridas títulos em edições do Grand Slam da AJP no Rio, Abu Dhabi e Londres. Além disso, soma triunfos no MMA, e comentou sobre o importante acordo.

“Procuro trabalhar a minha imagem como atleta com as mesmas ideias que eu levo na minha vida. Não sou perfeito, mas procuro ser o melhor exemplo para as pessoas dentro e fora do tatame. A Vouk é uma empresa séria, que apoia o Jiu-Jitsu e o esporte, e acho que eles gostaram do meu trabalho, o que me deixou muito feliz. Agora é retribuir à altura”, apontou o lutador da Team Crezio, que está no primeiro ano como faixa-preta.

CEO da Vouk, empresa que vem crescendo e ampliando cada vez mais as suas ações no Jiu-Jitsu, Gabriel Teixeira também falou a respeito da parceria iniciada com Eli. O empresário destacou o talento do atleta.

“A parceria surgiu de tanto que ouvi falarem desse fenômeno que vem dando muito trabalho desde as faixas coloridas. Resolvi, então, acompanhar um pouco da rotina de treinos físicos e técnicos dele feitos pelo Fábio e Cléo Tezzei, e pelo mestre Crezio. Realmente, ele superou todas as minhas expectativas. Eu nunca vi alguém mesclar tão bem as técnicas de Jiu-Jitsu e Wrestling, sem falar na força e no gás”, afirmou o empresário.