Ganhando cada vez mais espaço no cenário nacional do Jiu-Jitsu, o Big Deal promoveu no último sábado (10), em Florianópolis, Santa Catarina, a sua terceira edição. Em um card galáctico, que contou com campeões mundiais, do ADCC, além de nomes badalados e futuras estrelas da arte suave, o destaque ficou por conta de Anderson Munis, campeão do GP dos Pesados após derrotar três adversários na mesma noite.

Para chegar até a final, Anderson Munis passou por Harryson Pereira (pontos) e Gabriel Oliveira (decisão dos jurados). Do outro lado da chave, o casca-grossa Erberth Santos superou Guilherme Lambertucci por 7 a 0 nos pontos e, nas semifinais, venceu acirrado combate com Wallace Costa nas vantagens. A decisão foi marcada pelo equilíbrio entre os dois faixas-preta, que mantiveram a igualdade no placar até os segundos finais do duelo, quando Anderson conseguiu uma vantagem após tentativa de raspagem e, com isso, garantiu o triunfo e o título do GP. Ao término do Grand Prix, ambos demonstraram respeito um pelo outro.

 

Leandro Lo vence Ceconi na luta principal

Além do GP dos Pesados, o Big Deal Pro 3 reuniu superlutas com e sem quimono, e disputas femininas. Na luta principal, o multicampeão Leandro Lo garantiu mais um cinturão para o seu currículo. Diante de Henrique Ceconi, o experiente faixa-preta traçou uma boa estratégia ao longo do duelo, chamando para a guarda e mantendo o adversário sob seu controle a todo momento. No fim, Lo saiu vencedor por 1 a 0 nas vantagens.

 

Combates sem quimono agitam o evento

Ao todo, três combates No-Gi abrilhantaram a terceira edição do Big Deal em Florianópolis. O primeiro foi o confronto entre Rider Zuchi e Henrique Moicano, que apesar de não promoverem ações mais efetivas, mostraram bastante disposição, com Zuchi levando a melhor por 2 a 0 nas vantagens. Na sequência, em disputa que ficou marcada pelo alto ritmo dos faixa-preta, com ambos buscando a finalização no pé em diversos momentos, Isaque Bahiense fez valer a sua persistência e superou Servio Tulio nos pontos.

A terceira e última luta teve o encontro entre Mahamed Aly e Pedro Alex, o “Bombom”. Em duelo bastante movimentado e com tentativas de quedas de ambos os lados, Aly apostou na experiência e, após empate nos pontos, foi declarado vencedor na decisão dos árbitros em um dos melhores confrontos da noite.

 

Mulheres dão show em lutas eletrizantes

As lutas femininas também roubaram a cena no evento. A começar por Victória Ulrich e Ericka Almeida, que deram um verdadeiro show de Jiu-Jitsu em um embate eletrizante. No fim, Ulrich saiu vitoriosa por 3 a 2. Na sequência, Fernanda Mazzelli e Sábatha Laís fizeram um encontro marcado pelo equilíbrio. Após empate em 0 a 0 nos pontos e 1 a 1 nas vantagens, Mazzelli foi declarada vencedora na decisão dos jurados. Quem também brilhou foi Bia Basílio, que impôs seu ritmo e finalizou Dulce Rosenthal com um estrangulamento pelas costas.

 

Outros destaques do Big Deal Pro 3

As superlutas do card ainda tiveram outros duelos empolgantes. Um dos destaques foi o desempenho de Erich Munis, que finalizou Leonardo Lemos com uma chave de braço após marcar 15 a 4 nos pontos. Igor Tigrão, por sua vez, superou o duro Otávio Nalati por 13 a 0. Além disso, no card preliminar, Léo Lara e André Pimenta finalizaram Jeison Silva e Michael Koch, respectivamente, com belos estrangulamentos.

 

RESULTADOS COMPLETOS:

Big Deal Pro 3
Florianópolis, em Santa Catarina
Sábado, 10 de julho de 2021

– GP dos Pesados

1ª rodada
Erberth Santos derrotou Guilherme Lambertucci por 7 a 0 nos pontos
Wallace Costa derrotou Marcus Ribeiro por decisão dos jurados
Gabriel Oliveira derrotou Duzão Lopes por 12 a 0 nos pontos
Anderson Munis derrotou Harryson Pereira por 2 a 0 nos pontos

2ª rodada
Erberth Santos derrotou Wallace Costa por 1 a 0 nas vantagens
Anderson Munis derrotou Gabriel Oliveira por decisão dos jurados

Final
Anderson Munis derrotou Erberth Santos 1 a 0 nas vantagens

– Superlutas

Com quimono
Leandro Lo derrotou Henrique Ceconi por 1 a 0 nas vantagens
Erich Munis finalizou Leonardo Lemos com uma chave de braço
Bia Basílio finalizou Dulce Rosenthal com um estrangulamento pelas costas
Igor Tigrão derrotou Otávio Nalati por 13 a 0 nos pontos
Marcos Petcho derrotou Alex Munis por 1 a 0 nas vantagens
Fernanda Mazzelli derrotou Sábatha Laís por decisão dos jurados
Dimitrius Souza derrotou Pedro Elias por pontos
Maurício Oliveira derrotou Wellington Alemão por 3 a 0 nos pontos
Victória Ulrich derrotou Ericka Almeida por 3 a 2 nos pontos
Rafael Mansur derrotou Gabriel Gaudio por 6 a 4 nos pontos
Léo Lara finalizou Jeison Silva com um estrangulamento
André Pimenta finalizou Michael Koch com um estrangulamento relógio

Sem quimono
Mahamed Aly derrotou Pedro Alex por decisão dos jurados
Isaque Bahiense derrotou Servio Tulio por pontos
Rider Zuchi derrotou Henrique Moicano por 2 a 0 nas vantagens