Augusto Sakai fala em ‘aprendizados’ após derrota para Jairzinho e mira recomeço: ‘Voltar melhor’

Publicidade

* Fazendo parte do plantel do Ultimate desde 2018, Augusto Sakai iniciou sua trajetória emplacando quatro vitórias consecutivas, sobre Chase Sherman, Andrei Arlovski, Marcin Tybura e Blagoy Ivanov, respectivamente. Naturalmente, o brasileiro alcançou outro patamar na categoria peso-pesado e, com isso, foi colocado à prova contra adversários mais qualificados. Em setembro do ano passado, encarou o veterano Alistair Overeem e, após cinco rounds, faltando alguns segundos para terminar o assalto, acabou nocauteado.

Em junho, o desafio foi Jairzinho Rozenstruik, sexto no ranking da divisão até 120kg. Fazendo o duelo principal do UFC Vegas 28, Sakai sofreu novo nocaute, desta vez com o surinamês vencendo no primeiro round. Em entrevista à TATAME, Augusto falou sobre o que ele e sua equipe haviam trabalhado como estratégia.

“Eu estava bem treinado, focado e a estratégia era ‘cozinhar’ a luta no primeiro round, fazer ele errar mais os golpes e se movimentar bastante, para cansar mesmo. A única coisa que eu poderia ter feito a mais era dado alguns golpes durante aquele primeiro round, para acabar ainda mais com esse ímpeto dele. O Jairzinho mesmo falou em entrevista que arriscou tudo nos últimos 10 segundos, acabou dando certo”, disse o atleta, de 30 anos, que em seguida citou os aprendizados adquiridos contra Overeem e Jairzinho.

“Venho de duas lutas contra dois grandes nomes da categoria, duas lutas de muito aprendizado. É ver o que a gente acertou, errou, para poder voltar com tudo visando buscar a vitória na próxima luta. Já estou com uma p*** saudade de vencer (risos), e tenho certeza que voltarei ainda melhor no próximo desafio”, contou.

 

Com seis lutas realizadas dentro do Ultimate até agora e ocupando atualmente a nona posição no peso pesado, Augusto Sakai, por fim, comentou sobre os seus planos para o futuro. Sem deixar de sonhar com o título, o casca-grossa revelou que pretende fazer mais um combate este ano, entre novembro e dezembro, e disse que espera enfrentar um adversário que, assim como ele, também esteja ranqueado.

“Os planos são os mesmos de antes. Independentemente dos últimos resultados, quero continuar subindo na categoria, poder figurar entre os tops da divisão e conquistar o título, que é o grande sonho. Agora é corrigir os erros, aprimorar tudo para voltar ainda melhor. Quero seguir evoluindo, voltar a lutar em novembro ou dezembro. Não tenho nenhum adversário em mente, mas gostaria de enfrentar alguém ranqueado”, concluiu.

* Por Mateus Machado

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade