Publicidade
Principal Mais lutas Boxe Judoca Maria Portela é eliminada em luta polêmica contra russa nas Olimpíadas;...

Judoca Maria Portela é eliminada em luta polêmica contra russa nas Olimpíadas; Keno brilha no Boxe

0
8
Maria Portela foi eliminada em luta polêmica no Judô (Foto Gaspar Nóbrega / COB)
Publicidade

Os dois brasileiros que lutaram nesta quarta-feira (28), em Tóquio, não conseguiram avançar em suas chaves no Judô. Maria Portela, em sua terceira participação olímpica, parou nas oitavas de final após levar o terceiro shido em combate polêmico com a russa Madina Taimazova. Já Renato Macedo – que fez sua estreia em Jogos Olímpicos – caiu de ippon no primeiro combate contra Islam Bosbayev, do Cazaquistão.

Cabeça de chave nos médios, Portela teve uma primeira luta tranquila contra a representante do Time de Refugiados, Nigara Shaheen, vencendo-a por ippon em apenas 28 segundos. Já nas oitavas, a brasileira encarou Taimazova, contra quem já havia lutado e vencido neste ano na final do Grand Slam da Geórgia.

O duelo foi muito parelho e estudado durante o tempo regulamentar, com as duas atletas levando uma punição por falta de combatividade. Sem pontuação no placar, o combate se encaminhou para o “golden score”, e novamente ambas foram punidas, dessa vez, por evitarem a pegada. No terceiro minuto, Maria conseguiu encaixar um golpe e projetou Taimazova, que chegou a tocar os ombros no chão, girou e caiu de frente. O lance precisou ser revisado pelo vídeo replay e os árbitros da mesa não validaram o ponto.

O combate seguiu indefinido até o décimo minuto de “golden score”, com as duas atletas já bastante desgastadas. Taimazova arriscou algumas entradas e conseguiu, com isso, impor um volume suficiente de ataques para que a arbitragem punisse a brasileira por falta de combatividade – e a eliminasse.

Keno brilha no Boxe e avança

Após Abner Teixeira, o Boxe brasileiro colocou mais um atleta nas quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O meio-pesado Keno Machado venceu por unanimidade o chinês Daxiang Chen em luta encerrada no segundo round, na madrugada de quarta-feira, no horário de Brasília. O pugilista volta ao ringue da Kokugikan Arena, em Tóquio, na sexta-feira (30) – madrugada de quinta no Brasil. Se vencer, ele assegura uma medalha, já que nos Olimpíadas os dois atletas derrotados nas semifinais vão ao pódio.

Publicidade

SEM COMENTÁRIOS

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui