Embalado, Brunson pede disputa de cinturão, mas é provocado por Adesanya: ‘Você é um vagabundo’

Publicidade

Com a vitória por finalização no terceiro round sobre o inglês Darren Till no último sábado (4), na luta principal do UFC Vegas 36, realizado nos Estados Unidos, Derek Brunson emplacou seu quinto triunfo consecutivo na organização e, com o importante resultado, se aproximou ainda mais de uma disputa pelo título peso-médio.

Agora com vitórias contra Elias Theodorou, Ian Heinisch, Edmen Shahbazyan, Kevin Holland e Darren Till em sequência, o americano quer dar um passo maior em sua carreira no MMA. Atualmente com 37 anos, Brunson falou com a imprensa após o evento e, apesar de não descartar enfrentar Jared Cannonier em sua próxima luta, deixou claro que o foco está em disputar o título da categoria contra Israel Adesanya, atual campeão.

“Talvez eu espere que (Israel) Adesanya e (Robert) Whittaker lutem pelo título no início do ano que vem, e aí possamos lutar em março ou abril. Há algumas opções. (Jared) Cannonier não é carta fora do baralho, mas tenho sido inflexível ao pedir os caras mais duros da categoria. Pedi para lutar contra o Paulo Borrachinha, o UFC mandou o contrato para ele, que não assinou. Se eu tivesse feito essa luta, definitivamente teria sido o próximo a disputar o título. O trabalho está todo sendo feito. Quero ser recompensado. Nunca tive uma chance pelo título na minha carreira”, afirmou o atleta, reconhecendo que Whittaker é o próximo da fila.

Ao tomar conhecimento do desejo Derek Brunson, Israel Adesanya, dono do cinturão até 84kg do UFC, não respondeu de forma amistosa. Por meio de suas redes sociais, o nigeriano fez um trocadilho, em inglês, com o sobrenome do americano, tendo a intenção de provocá-lo. Além disso, ele relembrou a primeira vez que enfrentou Derek, em 2018, quando saiu vencedor por nocaute técnico ainda no primeiro round do combate.

“Acalme-se… garoto. Você ainda é um vagabundo. Lembrem-se da última vez que você me chamou de garoto”, alfinetou Israel Adesanya, que aos 32 anos, nunca perdeu no MMA lutando na divisão dos médios.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade