Justin Gaethje ‘desvaloriza’ vitórias de Charles do Bronx no UFC e dispara: ‘Ele é um desistente’

Publicidade

Atual segundo colocado no ranking peso-leve do Ultimate, Justin Gaethje não luta desde outubro do ano passado, quando foi derrotado por Khabib Nurmagomedov, e vai fazer seu retorno ao octógono no dia 6 de novembro, diante de Michael Chandler, no card do UFC 268. Uma boa vitória pode credenciar o americano à disputa de cinturão, e pensando nisso, ele aproveitou para falar sobre Charles do Bronx, atual campeão.

De olho em nova uma oportunidade de lutar pelo título até 70kg, Gaethje concedeu entrevista ao “UFC Unfiltered” e fez provocações a Do Bronx, minimizando a sequência de vitórias obtida pelo brasileiro na organização e dando foco, principalmente, ao triunfo de Charles sobre Tony Ferguson – que deu ao paulista a chance de disputar pelo cinturão na sequência. O americano ainda foi além e disse que o atleta da Chute Boxe Diego Lima “desiste fácil” dos seus combates quando se encontra em uma situação de perigo.

“Ele teve oito (vitórias) consecutivas no UFC, mas no final das contas, Tony Ferguson foi de longe a melhor vitória naquela sequência, e isso depois de eu tê-lo colocado durante mais de 24 minutos em um inferno. E eu não quebrei (o Tony). Aquele cara é especial, ele nunca será quebrado. Mas há uma certa maneira de lutar contra aquele homem, e eu mostrei como fazer isso. Então, o triunfo do Charles não foi tão grande como o meu, quando ele estava com 12 vitórias seguidas”, disse Justin Gaethje, que ainda prosseguiu falando:

“Estou em uma ótima posição na categoria, não preciso vencer oito vezes seguidas. Eu tenho que vencer apenas mais uma vez. Então, se Charles do Bronx também vencer (a luta contra Dustin Poirier, em dezembro), eu adoraria enfrentar ele, porque vou mostrar o que estou dizendo. Ele é um desistente. Ele mostrou isso na luta com o Michael Chandler. No final do primeiro round, ele não estava bem, não queria estar lá. O Charles não quer estar lá quando as coisas ficam feias. Isso é o que eu penso”, concluiu o lutador americano.

Atualmente com 32 anos, Justin Gaethje contabiliza 22 vitórias e três derrotas em seu cartel no MMA profissional. Antes do revés para Khabib Nurmagomedov, o lutador chegou a emplacar uma série de triunfos, superando nomes como James Vick, Edson Barboza, Donald Cerrone e Tony Ferguson, respectivamente.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade