Em duelo eletrizante, Tyson Fury nocauteia Deontay Wilder e mantém cinturão da WBC

Publicidade

Foi realizada, no último sábado (9), em Las Vegas, nos Estados Unidos, a tão aguardada trilogia entre Tyson Fury e Deontay Wilder no Boxe, em um confronto empolgante do início. Assim como já havia acontecido no segundo combate entre os atletas, Fury saiu vitorioso ao nocautear Wilder no 11º round de luta, e com o resultado, manteve o cinturão peso-pesado da WBC (Conselho Mundial de Boxe). Além disso, o britânico segue invicto em seu cartel no Boxe profissional, agora com 31 vitórias (22 delas por nocaute) e um empate.

O combate, logo no início, mostrou Wilder melhor e mais ofensivo, aplicando bons golpes na média e curta distância, que fizeram Tyson balançar em alguns momentos. Apenas alguns minutos depois, já no fim do primeiro round, o campeão reagiu na luta e acertou seu primeiro bom golpe. Depois de uma segunda parcial sem muitas ações, o terceiro assalto mostrou o que, de fato, os fãs esperavam. Tyson Fury levantou o público ao acertar um forte golpe no rosto de Deontay Wilder, fazendo com que o lutador caísse e o árbitro abrisse contagem.

Já no quarto round, foi a vez de Wilder mostrar seus requisitos e conseguir dois knockdowns em sequência sobre o campeão, que sentiu bastante os golpes recebidos e, definitivamente, foi salvo pelo gongo. Tyson Fury, no entanto, se recuperou de forma impressionante e passou a dominar as ações do combate a partir do quinto assalto, aproveitando-se do fato de que Deontay Wilder já apresentava queda física. Fazendo combinações certeiras e utilizando bem o clinch, o britânico foi evoluindo e castigou o americano, principalmente através dos seus precisos uppercuts.

No décimo round, Fury conseguiu mais um knockdown sobre Deontay, e a parcial seguinte definiu o embate. Tyson Fury partiu para cima, aproveitando-se do desgaste do seu oponente, e acertou um forte cruzado de direita, que levou Deontay Wilder à lona já apagado. Coube ao árbitro central nem mesmo abrir contagem, mas sim interromper a luta, decretando o britânico vencedor por nocaute no 11º assalto.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade