Na briga por novo ouro no Mundial Master, Queixinho analisa como seu jogo flui entre adultos e veteranos

Publicidade

O peso-pena Osvaldo “Queixinho” Moizinho é uma das feras inscritas no Mundial Master da IBJJF, que começou na última quinta-feira (24), em Las Vegas (EUA), e se encerra neste sábado (26). Aos 31 anos, Queixinho ainda compete com maestria entre os adultos, e encara o torneio de masters como mais um desafio na carreira. Atual campeão entre os penas, o faixa-preta da Ares BJJ analisou o que muda no Jiu-Jitsu de uma divisão para outra e o que funciona do seu jogo em ambas as categorias.

“A maior diferença é o tempo de luta. No adulto, se você começar perdendo, tem tempo para correr atrás do placar. Já no master, o relógio corre rápido. Se estiver atrás no placar, você não tem muito tempo e pode se complicar. Meu jogo não muda muito entre uma divisão e outra. A maior diferença é por causa do jogo da galera, que gosta mais de trocar em pé e eu gosto de quedas também. Eu só não tenho muita oportunidade de aplicar meu jogo de derrubadas no adulto, pois muita gente faz guarda e puxa rápido. Os atletas do master já estão acostumados com a categoria e sabem como segurar o ritmo da luta. No adulto, os competidores abrem mais o jogo e acabam dando mais espaço para o adversário”, contou Queixinho, que busca a manutenção do seu título no mesmo peso nesta edição.

Osvaldo Queixinho é uma das feras confirmadas para o Mundial Master de Jiu-Jitsu (Foto: Reprodução)
Queixinho é uma das feras confirmadas para o Mundial Master de Jiu-Jitsu (Foto reprodução)

Faixa-preta desde 2011, Queixinho também comentou como o Mundial Master é visto com outros olhos hoje, por conta do grande número de atletas campeões mundiais no adulto que disputam o ouro também nos masters, casos de Xande e Saulo Ribeiro, Shaolin, Romulo Barral, entre outros.

“Sem dúvidas, o nível está subindo muito. O Mundial adulto segue acima, pelo fato do número de atletas de alto nível inscritos, mas acho que é questão de tempo até o master ficar tão competitivo quanto o adulto. Antigamente, o master era conhecido por ter os atletas de maior idade, os que começaram ‘tarde’ no Jiu-Jitsu. Hoje em dia, temos campeões mundiais no adulto que estão migrando para o torneio de veteranos com a mesma gana do adulto”, explicou Queixinho.

Confira a seguir os detalhas de Queixinho para dominar a guarda 50/50 e mais do seu jogo:

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade