Alto nível técnico marca lutas de Jiu-Jitsu no SFT 31, e Gabriel da Vouk comemora o resultado positivo

Publicidade

Um dos responsáveis pela Vouk Kimonos, marca referência no Brasil, Gabriel Teixeira celebrou o sucesso do “Vouk Challenge: Rumo ao SFT”, primeiro torneio de Jiu-Jitsu organizado pela companhia. O evento aconteceu no último fim de semana, em parceria com o SFT e a USA Hemp Brasil, e teve a faixa-marrom Vitória Vieira, da GFTeam, como grande campeã.

Para sair com o título do GP feminino de oito atletas na divisão até 70kg e o prêmio de R$ 1 mil, Vitória teve que superar a também faixa-marrom Maria Eduarda Cabral em uma final equilibrada, decidida apenas no golden score. Antes, ela finalizou Beatriz Freitas e Maria Carolina Joia, uma atuação elogiada por Gabriel.

“Fiquei muito feliz com o duelo entre a Vitória e a Maria Eduarda, de alto nível técnico. As duas não queriam errar, não queriam perder de jeito nenhum e deram tudo de si, lutaram com garra. A Vitória ainda tinha finalizado as duas lutas antes da final, então foi um título merecido”, afirmou.

Gabriel, que tem como sócios na Vouk o irmão Felipe e o primo Hugo, também comentou a respeito do animado combate entre as faixas-preta Keila Grace e Rebeca de Albuquerque, que terminou com o triunfo de Keila por finalização na chave de perna. O duelo, assim como Vitória Vieira x Maria Eduarda Cabral, fez parte do SFT 31, com transmissão ao vivo do canal Band em TV aberta para todo o Brasil.

“A luta da Keila com a Rebeca foi ótima, bem movimentada, e as duas merecem inclusive uma revanche. Acho que a Keila mostrou uma agressividade fora do esperado, técnica, e ao lado da Rebeca deu um show”.

Campeã vibra com oportunidade única

Em declaração após o triunfo na final do GP, Vitória Vieira comemorou a chance de lutar na TV aberta e parabenizou os organizadores do show. Vale lembrar que o SFT 31 homenageou o “Outubro Rosa”, campanha que tem como objetivo alertar as mulheres – e a sociedade de maneira geral – sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, recentemente, câncer de colo do útero.

“Muito maneira a chance, é a primeira vez que tenho essa oportunidade (lutar na TV aberta) e estou muito feliz. Queria agradecer aos organizadores do evento, à Vouk, parabenizar pela estrutura, tratamento dos atletas e agora é ir para a próxima”, disse a lutadora.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img