Amanda Nunes afasta aposentadoria e mostra motivação visando próximos desafios; Cris Cyborg lança ‘campanha’ pedindo a revanche

Publicidade

Ao derrotar Megan Anderson por finalização ainda no primeiro round na luta principal do UFC 259, realizado no último sábado (6), em Las Vegas (EUA), Amanda Nunes se manteve como campeã dupla (peso-galo e peso-pena) e, a cada desafio dentro do octógono da organização, se mostra mais imbatível, com 12 vitórias consecutivas desde 2015. À medida em que vai superando suas lutas, fica cada vez mais difícil encontrar uma nova oponente para a “Leoa”, que vem se estabelecendo como a maior lutadora de todos os tempos no MMA.

Apesar disso, a baiana, pelo menos por enquanto, não pensa em aposentadoria. Em entrevista coletiva aos jornalistas após o evento, Amanda mostrou que está motivada visando os próximos desafios de sua carreira e, embora não tenha dado certeza, declarou que sua próxima defesa de título deverá acontecer na categoria peso galo, onde não luta desde dezembro de 2019, quando venceu Germaine de Randamie por unanimidade.

“Estou bem mentalmente, fisicamente, esse é o meu trabalho. Quero continuar lutando, defender meu cinturão e ver… Sempre tem algo lá na frente, aparece um novo desafio, quero estar ativa e ver o que vai chegar pela frente. Eu acredito que sim (próxima defesa de cinturão será no peso galo), mas a gente nunca sabe. O UFC está sempre ‘mexendo os pauzinhos’ para fazer grandes lutas acontecerem, então nos resta aguardar e ver o que vai acontecer futuramente”, projetou a lutadora, atualmente com 32 anos de idade.

Enquanto Amanda Nunes ainda não sabe quem será sua próxima adversária, não é de hoje que os fãs de MMA pedem uma revanche entre a “Leoa” e Cris Cyborg. No primeiro encontro, que ocorreu em 2018, Amanda nocauteou a compatriota em apenas 51 segundos de luta e, na ocasião, conquistou o cinturão peso-pena do Ultimate. Desde então, a curitibana, atualmente no Bellator, vem pedindo por uma nova oportunidade de enfrentar a baiana. Ao término do UFC 259, Cyborg, inclusive, utilizou suas redes sociais e divulgou uma montagem onde vestia uma camisa em referência ao combate entre as lutadoras. Além disso, a atual campeã peso-pena do Bellator lançou a hashtag #CyborgvsNunes2, em campanha pela luta no Twitter.

Perguntada a respeito de uma nova luta diante de Cris Cyborg, Amanda foi direta e respondeu que, se a rival continuasse lutando pelo UFC e não tivesse ido para o Bellator, não teria problemas em ceder uma revanche.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 259
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 6 de março de 2021

Card principal
Jan Blachowicz derrotou Israel Adesanya por decisão unânime dos jurados
Amanda Nunes finalizou Megan Anderson com uma chave de braço no 1R
Aljamain Sterling derrotou Petr Yan por desqualificação no 4R
Islam Makhachev finalizou Drew Dober com um katagatame no 3R
Aleksandar Rakic derrotou Thiago Marreta por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Dominick Cruz derrotou Casey Kenney por decisão dividida dos jurados
Kyler Phillips derrotou Song Yadong por decisão unânime dos jurados
Askar Askarov derrotou Joseph Benavidez por decisão unânime dos jurados
Kai Kara-France derrotou Rogério Bontorin por nocaute no 1R
Tim Elliott derrotou Jordan Espinosa por decisão unânime dos jurados
Kennedy Nzechukwu derrotou Carlos Ulberg por nocaute técnico no 2R
Sean Brady finalizou Jake Matthews com um katagatame no 3R
Amanda Lemos derrotou Livinha Souza por nocaute técnico no 1R
Uros Medic derrotou Aalon Cruz por nocaute técnico no 1R
Trevin Jones derrotou Maurio Bautista por nocaute técnico no 2R

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img