Anderson Berinja bate Wanderley Mexicano por nocaute técnico e se torna o primeiro campeão do SFT

Publicidade

Como era de se esperar, a terceira edição do Standout Fighting Tournament (SFT), realizada no último sábado (21), em São Paulo (SP), foi um enorme sucesso. Recheado de combates disputados em alto nível, o SFT 3 brindou a torcida, que lotou o Ginásio do Esporte Clube Sírio, com um grande evento. A edição também sagrou o primeiro campeão de sua história. Anderson Berinja conquistou o cinturão peso-galo (até 61kg) ao derrotar Wanderley Mexicano no primeiro round, por nocaute técnico no ground and pound.

O duelo mais aguardado da noite superou as expectativas. Em um primeiro round eletrizante, Berinja suportou a pressão inicial do jovem Wanderley Mexicano, levou o duelo para o solo e desferiu uma saraivada de golpes duríssimos até a interrupção do árbitro.

“Eu entro preparado para fazer todos os rounds em alto nível. Meu objetivo é sempre terminar a luta o mais rápido possível. Quando coloquei para baixo, senti que era uma grande oportunidade, porque a guarda dele não era ofensiva e estava fechada. Então comecei a pegar pesado no ground and pound até o juiz interromper”, disse Berinja.

O cinturão do SFT é o segundo conquistado por Anderson neste ano. Em abril, ele se sagrou campeão do California Cage Wars (CCW) ao derrotar Fard Mudammad por decisão unânime. Enquanto comemorava, o paulista aproveitou e mandou um recado para Dana White, presidente do Ultimate. “Estou pronto UFC, me dê uma oportunidade, quero lutar”.

Dai Fox vira e finaliza Mariana Morais

Em uma virada sensacional, Dai Fox provou porque é considerada uma das grandes promessas do Invicta FC, maior evento feminino de MMA do mundo. Após perder os dois primeiros rounds para Mariana Morais, companheira de treinos da estrela do UFC Jéssica Andrade, Fox conseguiu encaixar um triângulo da guarda e fazer uma belíssima transição para o braço, com isso obrigando a atleta da equipe Paraná Vale-Tudo a dar os três tapinhas. “Minha trocação não tava entrando e ela estava conseguindo me quedar bastante. Mas gracas a Deus consegui dar o bote no braço e finalizar”, comemorou Dai.

Dai Fox comemora vitória sobre Mariana Morais
Dai Fox conquistou grande vitória de virada sobre a dura Mariana Morais com uma finalização (Foto divulgação)

Felipe Buakaw tem atuação dominante

Com uma atuação impressionante, Felipe Buakaw castigou José Besouro do início ao fim do confronto com golpes brutais no ground and pound. Mas mesmo recebendo duríssimos golpes, Besouro consegui resistir e levar a luta até o final dos três rounds. Como não poderia ser diferente, Buakaw foi declarado vencedor por decisão unânime, conquistando sua 12ª vitória na carreira. “Obrigado a todos, principalmente a minha torcida que veio”.

Samurai e Sotero fazem a luta da noite

Diogo Sotero e Tiago Samurai protagonizaram uma verdadeira guerra e rounds para lá de espetaculares. Com um show de trocação e mudanças no domínio, os lutadores levaram a torcida presente no Clube Sírio à loucura. Mesmo demonstrando bastante cansaço por conta da intensidade do duelo, ambos buscaram finalizar a luta o tempo todo. Porém, o resultado final acabou na mão dos árbitros laterais, e, assim como em todo embate, terminou equilibrado. Por decisão dividida, Tiago “Samurai” foi declarado o vencedor.

RESULTADOS COMPLETOS:

Standout Fighting Tournament 3
Esporte Clube Sírio, em São Paulo (SP)
Sábado, 21 de julho de 2018

Card principal
Anderson Berinja derrotou Wanderley Mexicano por nocaute técnico no 1R
Dai Fox derrotou Mariana Morais por finalização no 3R
Felipe Buakaw derrotou José Besouro por decisão unânime dos jurados
Tiago “Samurai” dos Santos derrotou Diogo Sotero por decisão dividida dos jurados

Card preliminar
Emerson Santos derrotou Thiago “TKS” dos Santos por finalização no 1R
Moacir Rocha derrotou Tonny Geleia por decisão unânime dos jurados
Romolo “Baiano” Silva derrotou Paulo “Pitbull” dos Santos por nocaute no 1R
Widson “Fumaça” derrotou Maksuel de Souza por nocaute no 1R
Arireza Noei derrotou Willian Bad Boy por finalização no 1R
Julio Spadaccini derrotou Rafael “Zé Maritaca” Santos por nocaute técnico no 2R

K1
André “Mascote” Cardoso derrotou Tony “Mão Pesada” por nocaute no 1R
Bruno “Perna” dos Santos derrotou Luciano “Xaninho” por decisão unânime dos jurados

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade