Após duas derrotas polêmicas, Edson Barboza revela ‘cabeça tranquila’ para novo desafio: ‘Sei meu valor’

Publicidade

* Edson Barboza estará mais uma vez em ação no UFC Fight Night 179, no próximo sábado (10), na “ilha da luta”, em Abu Dhabi (EAU). O brasileiro teve uma mudança de adversário nos últimos dias, quando estava programado para enfrentar inicialmente o nigeriano Sodiq Yusuff, que se lesionou. O atleta da American Top Team, agora, vai medir forças contra o finlandês Makwan Amirkhani no peso pena. À TATAME, Barboza disse que a mudança atrapalha um pouco por conta das características diferentes dos atletas. No entanto, garantiu que já tem um plano traçado para a luta.

“Na parte teórica modifica bastante sim (a mudança de adversário de última hora), porque eu ia lutar contra um cara destro e strike, agora vou enfrentar um lutador canhoto e com foco no grappling. Mas, luta é luta. Eu tive um tempo de sentar com os meus treinadores e conseguimos preparar uma estratégia para esse novo adversário, o Amirkhani”, analisou o brasileiro sobre o finlandês de 31 anos de idade.

O momento de Edson no UFC não é dos melhores. São cinco derrotas em seis lutas dentro da organização – sendo os dois últimos reveses bem controversos. Nos confrontos com Paul Felder (no peso leve) e Dan Ige (estreia no peso pena), o natural de Nova Friburgo, no Rio, perdeu por decisão dividida e diversos especialistas apontaram para uma decisão equivocada dos juízes. Barboza disse que não sente pressão.

“Eu acho que venci minhas duas últimas lutas no UFC, de forma clara. Os especialistas e até o Dana White (presidente do UFC) acreditam que eu venci. Só que no papel, diz que eu venho de derrotas, mas quem conhece luta, sabe que eu venci. E o momento, sei lá, é só mais um momento. Não me sinto pressionado, não. A cabeça está bem tranquila, sei das minhas condições e do meu valor”, comentou o lutador.

Confira outros trechos da entrevista com Edson Barboza:

– Preparação feita na American Top Team

A preparação foi ótima para esta luta, além do mais, faço parte do melhor time do mundo, que é a ATT. É uma estrutura maravilhosa, sempre organizam tudo direitinho para não ter muitos atletas na academia.

– Medo de ficar sem luta após lesão de Sodiq

Um pouco (medo de ficar sem luta). Eu estava treinando muito bem e não queria perder a chance de me apresentar. O principal medo era esse. Eu queria muito lutar e aproveitar essa minha boa forma atualmente.

– Análise da descida para competir nos penas

Me senti muito bem (atuando no peso pena) e um motivo de lutar de novo, é pelo fato de saber que podia lutar muito melhor. Estava há anos anos sem lutar na categoria dos penas. Acho que essa é a minha categoria. Não sofri para bater o peso e estou me sentindo muito bem. Tenho certeza que vou vencer.

– Desejo de lutar de novo em 2020 contra um Top 5

Eu amo o que eu faço, quero lutar o mais rápido possível de novo. Fico triste que lutamos pouco no MMA e tenho, particularmente, lutado menos nos últimos anos. Se Deus quiser, vou lutar mais uma vez ainda em 2020 e estou disposto a enfrentar qualquer um dentro do Top 5 (peso-pena) que queira lutar comigo.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 179
Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 10 de outubro de 2020

Card principal (21h, horário de Brasília)
Peso-galo: Marlon Moraes x Cory Sandhagen
Peso-pena: Edson Barboza x Makwan Amirkhani
Peso-pesado: Ben Rothwell x Marcin Tybura
Peso-médio: Markus Maluko x Dricus du Plessis
Peso-pesado: Tom Aspinall x Alan Baudot
Peso-pena: Youssef Zalal x Ilia Topuria

Card preliminar (18h, horário de Brasília)
Peso-médio: Tom Breese x KB Bhullar
Peso-pesado: Chris Daukaus x Rodrigo Zé Colmeia
Peso-médio: Impa Kasanganay x Joaquin Buckley
Peso-galo: Ali Alqaisi x Tony Kelley
Peso-pena: Giga Chikadze x Omar Morales
Peso-galo: Tracy Cortez x Stephanie Egger
Peso-mosca: Bruno Bulldoguinho x Tagir Ulanbekov

* Por Yago Rédua

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade