Após ensaiar aposentadoria no MMA, Fedor muda o tom e diz: ‘Não estou pensando em encerrar a carreira’

Publicidade

Antes de subir ao cage circular do Bellator, no último sábado (23), em Moscou, Fedor Emelianenko deu a entender nas entrevistas prévias que o combate poderia ser o último no MMA. No entanto, após nocautear Tim Johnson com menos de dois minutos de luta, o russo renovou suas forças e, aos 45 anos, segue disposto a manter a carreira por mais tempo, inclusive, com a possibilidade de disputar o cinturão da divisão. Ryan Bader, dono do título linear, e o campeão interino com Valentin Moldavsky, pupilo do próprio Fedor, devem se enfrentar em 2022. Para saber quem chega como favorito confira aqui.

Considerado um dos maiores nomes da história da divisão dos pesados – para muitos fãs e especialista o maior de todos -, Fedor ainda tem uma luta em seu atual contrato com o Bellator. O lutador disse, em entrevista coletiva, após o triunfo sobre Johnson, que planeja conversar com Scott Coker, presidente da companhia, e descartou se aposentar em um futuro próximo.

“Me sinto muito bem. Estou muito feliz que tudo funcionou da mesma maneira como imaginamos que seria (na vitória contra Johnson). Estou muito feliz pelo fato de termos feito o público feliz e de termos proporcionado uma grande alegria aos nossos fãs, que seguem nossa carreira e os eventos do Bellator. Gostaria de dizer que, no momento, não estou pensando em terminar minha carreira. Vou falar com Scott Coker e com minha família. Vou ficar um pouco em silêncio, orar e então Deus vai nos dizer o que devo fazer”, afirmou Fedor Emelianenko.

Com o triunfo conquistado no Bellator 269, Fedor chegou a vitória de número 40 na carreira dentro do MMA. Profissional desde agosto de 2000, “The Last Emperor” apresenta ainda seis derrotas na modalidade. Coker, presidente do Bellator, declarou que Emelianenko mostrou que ainda é o melhor peso-pesado de todos os tempos, após a grande atuação na estreia da companhia em solo russo. Outro ídolo do MMA na Rússia que se manifestou foi Khabib Nurmagomedov, ex-campeão dos leves do UFC, exaltando a atuação do compatriota.

Através das redes sociais, Fedor parabenizou os companheiros de time que também brilharam no evento do último fim de semana: “Quero agradecer a todos que apoiaram a mim e nossa equipe! Kirill Sidelnikov, Anatoly Tokov e Nikita Mikhailov mostraram lutas lindas e confiantes! Os lutadores de sambo russos, mais uma vez, mostraram suas habilidades. Estou muito feliz pelos caras e pela Fedor Team! Agradeço a Deus por tudo!”, declarou o lendário peso-pesado.

Vale lembrar que Fedor já enfrentou e venceu grandes nomes da história do esporte, como Rodrigo Minotauro, Kevin Randleman, Mark Coleman, Mark Hunt, Mirko Cro Cop, Rampage Jackson, Chael Sonnen, entre outros. O auge da carreira do russo foi no extinto PRIDE. 

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img