Após novos detalhes da prisão serem revelados, Jon Jones diz: ‘Deixarei o álcool para sempre’

Publicidade

O caso envolvendo a prisão de Jon Jones na última semana teve, na terça-feira (28), a revelação de detalhes chocantes nas razões que levaram o ex-campeão meio-pesado do UFC a, mais uma vez, parar nas páginas policiais. Também na última terça, o lutador resolveu se pronunciar sobre mais um grave caso em sua vida pessoal.

Através de um vídeo divulgado em sua conta oficial no Instagram, na ferramenta “Story”, “Bones” apareceu levantando peso na academia com a música “You’ve Got A Friend In Me” (Você tem um amigo em mim), e deixou algumas mensagens em escrito na publicação. Jones citou os traumas existentes em sua vida e garantiu que vai abandonar o uso excessivo de álcool, que ao longo dos últimos anos, vem trazendo inúmeros problemas e passagens pela polícia.

“Eu tenho muitos traumas para consumir álcool. Meu cérebro simplesmente não consegue lidar mais com isso. Eu vou deixar o álcool no meu passado para sempre. Transformar esse pesadelo na melhor coisa que já aconteceu na minha vida. Agora é a hora de trabalhar mais duro do que nunca. O que o diabo significa para o mal, Deus significa para o bem. Dar a volta por cima”, prometeu o atleta, atualmente com 34 anos.

Entenda o caso

Preso na última sexta-feira (25), em Las Vegas (EUA), sob acusação de violência doméstica, lesão corporal e violação de veículo, Jon Jones foi liberado no sábado (26) após pagamento de uma fiança estipulada em 8 mil dólares (cerca de R$ 47 mil). Fora da prisão, o lutador – que negou ter agredido sua noiva – agora vai precisar responder o caso na Justiça, em audiência que vai acontecer no dia 26 de outubro.

Na última terça-feira (28), o site americano “TMZ” teve acesso ao boletim de ocorrência do caso. A publicação revela que o ex-campeão meio-pesado do UFC teria puxado sua noiva, Jessie Moses, pelo cabelo, mas existem indícios que mais coisas podem ter ocorrido, tendo em vista que a mulher foi encontrada pelos policiais com marcas de sangue na camisa e nos lábios, que estavam inchados. Já o dano ao veículo, também citado no boletim, foi provocado por uma cabeçada do lutador a uma viatura policial no momento em que foi detido.

A polícia foi chamada ao hotel Caesars Palace – onde Jon Jones, sua noiva e filhas estavam hospedados – na sexta-feira, por volta de 5h08 (horário local), sob indicação de atendimento a “perturbação doméstica” em um dos quartos envolvendo uma “mulher branca com sangramento no nariz e na boca” e um “homem negro que é lutador profissional de MMA”. Ao chegarem no local indicado, os policiais flagraram Jones andando próximo ao hotel e o abordaram. A partir disso, o lutador teria ficado “irritado e bateu sua cabeça no capô frontal da viatura”, deixando uma deformação no veículo. Mais tarde, já na delegacia, o atleta negou ter agredido sua noiva, ameaçou processar a polícia por algemá-lo na “maior noite da sua vida” e, então, desafiou todos os policiais para uma luta, com a intenção de lutar com todos ao mesmo tempo.

Jessie Moses também foi interrogada pela polícia. A mulher revelou que estava dormindo no momento em que Jones chegou de uma festa e que ele “não estava muito feliz”. Questionada se a discussão que eles tiveram teria se tornado física, ela respondeu que “não muito física, mas um pouco”, e que o lutador teria puxado seu cabelo quando ela tentou sair do quarto. Durante a entrevista, os policiais perceberam as marcas de sangue na camiseta da noiva de “Bones” e também nos lençóis da cama do quarto, e que Jessie estava claramente nervosa ao falar sobre Jon Jones, e preocupada sobre o momento em que o ex-campeão do UFC seria liberado da prisão. Ao também ser indagada sobre o inchaço e sangramento no lábio, a mulher afirmou que estava ressecado por conta do clima seco de Las Vegas.

Jon Jones, Jessie Moses e suas três filhas estavam em Las Vegas pelo fato do lutador ter sido homenageado pelo UFC ao ser introduzido no Hall da Fama da organização. A agressão a Moses teria acontecido horas depois da premiação – Jon Jones foi preso às 5h45 no horário local -. A noiva de Jones teria descido acompanhada de suas filhas e, junto à sua filha mais nova, aos prantos, teria pedido ao segurança do hotel para chamar a polícia após a discussão com o ex-campeão do Ultimate.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img