Após primeira vitória por finalização na carreira, Cris Cyborg recebe a faixa preta de Jiu-Jitsu de Rubens Charles Cobrinha

Publicidade

Um dos maiores nomes da história do MMA feminino, tendo conquistando o “Grand Slam” na modalidade (títulos no Strikeforce, Invicta FC, UFC e Bellator), Cris Cyborg entrou em ação pela última vez no dia 15 de outubro, quando, na luta principal do Bellator 249, finalizou Arlene Blencowe com um justo mata-leão para seguir como campeã peso-pena da organização.

Além do título, o triunfo foi especial para Cyborg por se tratar do primeiro por finalização da brasileira em sua longa trajetória no MMA, onde acumula 23 vitórias (18 por nocaute), duas derrotas e um “No Contest” (luta sem resultado). Com a performance, a curitibana, aos 35 anos, recebeu a faixa preta de Jiu-Jitsu das mãos do multicampeão Rubens Charles Cobrinha, referência no meio da arte suave.

Em uma publicação no Instagram, a agora faixa-preta Cris Cyborg se disse honrada e prometeu “uma nova jornada” na elite do esporte. “Oito anos como faixa-marrom de Jiu-Jitsu e hoje recebi a honra e o privilégio de me denominar faixa-preta do Rubens ‘Cobrinha’ Charles. Obrigada a todos os treinadores que me ajudaram a evoluir de uma atleta para uma artista marcial. A faixa preta é só o começo de uma nova jornada”, postou.

Veja a postagem abaixo:

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade