Após quarta derrota seguida, Dana diz que luta de Cigano no UFC 256 pode ter sido ‘última’ pela franquia

Publicidade

Em quase 15 anos de carreira no MMA profissional, Junior Cigano nunca passou por um momento tão ruim como o que vive atualmente. São quatro derrotas seguidas – algo inédito para o ex-campeão dos pesados – e todas via nocaute. No último sábado (12), o brasileiro foi superado novamente, por Ciryl Gane, no UFC 256.

Aos 36 anos, o futuro do ex-campeão começa a ser debatido com maior frequência entre especialistas e fãs nas redes sociais. Logo após o evento de sábado, em Las Vegas (EUA), Dana White, presidente do Ultimate, comentou sobre a situação de Junior Cigano em conversa com a imprensa. “Eu acho que é o momento dele começar a pensar na vida fora do esporte”, disse o dirigente, que completou sobre a chance de essa ter sido a última apresentação do brasileiro no UFC: “Possivelmente”.

Cigano começou no MMA em 2006 participando de eventos nacionais. A estreia no UFC aconteceu em 2008, quando iniciou uma trajetória invicta de oito vitórias que culminou no título dos pesados – defendido uma vez, contra Frank Mir, mas que foi perdido na revanche contra Cain Velásquez. O brasileiro disputou o título mais duas vezes e saiu derrotado em ambas. No geral, são 21 vitórias e nove derrotas como profissional.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade