Após derrotar Lyoto em revanche, Mousasi acusa Lovato Jr de usar esteroides e afirma: ‘Vou matá-lo’

Publicidade

Vitorioso na decisão dividida em revanche contra Lyoto Machida no card do Bellator 228, realizado no último sábado (28), na Califórnia (EUA), Gegard Mousasi quer “se vingar” de um próximo adversário. Ainda no cage, logo depois do triunfo sobre o brasileiro, o ex-campeão peso-médio reforçou o desejo de reencontrar Rafael Lovato Jr, atual dono do cinturão da divisão.

Adotando um tom agressivo, Mousasi, que foi derrotado por Lovato em junho, na decisão majoritária dos árbitros, disparou que pretende “matar” seu rival dentro do cage, ressaltando ainda que, caso não saia vitorioso, vai se aposentar do MMA. Aos 34 anos, Gegard tem 55 lutas como profissional, com 46 triunfos.

“Eu vou matar ele na próxima luta. Juro que se eu não nocautear ele, nem vou contar como vitória. Se eu perder a revanche, vou me aposentar, eu prometo. Não estou brincando ou tentando promover essa luta, até porque eu sei o que posso fazer”, afirmou o iraniano, segundo transcrição do site MMA Fighting.

Além da promessa de nocaute, Gegard Mousasi, que aumentou seu cartel para 46-7 no MMA profissional, ainda foi além. O lutador voltou a acusar Rafael Lovato – que está invicto no MMA – de usar esteroides.

“Ele parecia duas vezes maior do que na pesagem (quando se enfrentaram, em junho). Seus mamilos estavam duros como de uma mulher. Não estou brincando ou tentando ser engraçado sobre isso. Todos sabem que ele estava usando esteroides, mas dizem que eu não sei perder”, concluiu Mousasi.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade