Artigo: o Jiu-Jitsu faz ‘milagres’ ou depende da consciência dos envolvidos? Leia e deixe seu comentário

Publicidade

* Todos nós, no início do ano, criamos expectativas em relação ao nosso corpo. Queremos emagrecer a qualquer custo, fantasiando expectativas irreais em relação ao Jiu-Jitsu ou qualquer modalidade esportiva. Entramos em uma ansiedade incontrolável, ao ponto de exigir do professor (a) que, em poucos dias, nos transforme naquele mestre faixa preta de Jiu-Jitsu, o lutador famoso ou naquela personal trainer perfeita – lembrando que não existe ninguém perfeito – esquecendo-se do essencial, esses atletas tiveram que se esforçar muito para chegar onde estão, não foi através de milagres.

Há muitos tipos de preocupações e muitos tipos de ansiedade em relação ao corpo, mas entre as pessoas que mais sofrem estão aquelas com transtorno obsessivo-compulsivo, que ficam apavoradas com a ideia de que não vão conseguir emagrecer ou se tornar um grande mestre faixa preta em Jiu-Jitsu, chegando ao ponto de treinar sem orientação do professor, fazendo dietas venenosas e não milagrosas, sem a prescrição do profissional da saúde (nutricionista ou nutrólogo), vivenciando crises angustiantes e sentindo vergonha de terem perdido o controle. Nos piores casos, não conseguem despertar desse pesadelo por meses ou até anos.

Reconhecer que está obcecado (a) pela ideia de tornar-se um mestre faixa preta em Jiu-Jitsu e emagrecer em um passo de mágica é fundamental. A etapa seguinte é entender que esses milagres não vão acontecer. Ter consciência dos seus desejos e dos seus objetivos é essencial.·.

Pare de fantasiar focos distorcidos em relação ao Jiu-Jitsu ou qualquer esporte. Entenda seus benefícios para sua saúde, seus desafios, novos conhecimentos que você pode explorar nos treinos conhecendo pessoas, fazendo novas amizades, um fortalecendo o outro. Existe um leque de opções que as artes marciais podem nos favorecer, não é somente perder peso ou obter uma faixa.

Vamos retomar ao tema e entender o que alguns especialistas e professores de artes marciais pensam sobre o assunto: 

Para o professor de Jiu-Jitsu Luiz Dias: “O Jiu-Jitsu não faz milagres, para dar certo, basta o aluno querer e buscar sua melhora, a ação do professor neste processo é determinante”.  

Já para Luciana Neder, faixa preta em Jiu-Jitsu, 30 anos de BJJ e presidente da CDMJJ (Comissão de Direitos das Mulheres no Jiu-Jitsu).

1) O Jiu-Jitsu faz milagres?

O esporte não faz milagres se não for orientado de forma adequada. Depende do aluno, professor, família e comunidade. O professor e o aluno  estão entrelaçados, são pilares, sem um o outro não funciona.

2) Quais são as dicas para os alunos não desistirem de praticar o Jiu-Jitsu?

Procurar uma academia segura e amigável com qualquer pessoa, crianças, PCD, mulheres, idosos, LGBTQIAP+.

E para encerrar as opiniões, a nutricionista Adriana Tannure, pós-graduada em Nutrição Esportiva e Nutrição Clínica Funcional.

1) Você acha que o Jiu-Jitsu faz milagres em relação a emagrecer? 

Acredito que nenhuma atividade faça milagres e todo propósito exige dedicação. Para emagrecer não é diferente. O Jiu-Jitsu é realmente um esporte que exige uma alta demanda energética, mas se não existir um planejamento alimentar que ofereça ao organismo os substratos energéticos exigidos durante o dia, o praticante perde performance e não consegue perder gordura. Se não houver uma alimentação balanceada, a perda de peso será por redução de massa muscular, água e eletrólitos, e não proveniente da gordura corporal. 

A disciplina é a chave para alcançar qualquer resultado e sem ela não conseguimos criar hábitos. 

2) O que uma nutricionista esportiva faz? 

Um planejamento alimentar precisa estar de acordo com a intensidade do treinamento e com o objetivo do praticante. A nutricionista esportiva vai equilibrar o consumo alimentar do paciente de acordo com as suas necessidades diárias, a fim de potencializar o rendimento e o desempenho nos treinos,  buscando reduzir a inflamação, equilibrar a microbiota intestinal,  adequar os parâmetros laboratoriais, além de permitir um sono mais reparador e uma hidratação adequada, procurando sempre por uma melhor qualidade de vida e harmonia do corpo e mente desse indivíduo.

3) Qual a dica em relação a praticar esportes com uma dieta balanceada?

Não existe rendimento e performance sem uma alimentação adequada e balanceada para a sua prática. Ao contrário do que muitos pensam, a prática esportiva exige ainda mais de um equilíbrio e planejamento alimentar. 

Para finalizar, buscar ter uma conversa sincera com seus professores de Jiu-Jitsu ou outra modalidade das artes marciais, perceber suas ilusões exageradas em relação às expectativas que muitas vezes não serão concluídas. Qual é o problema nisso? Você precisa aceitar o seu ritmo, seu corpo e vivenciar com calma cada etapa, buscando o autodomínio, e não entrar em crises, não fazer comparações com outros atletas. Cada um tem seu talento e suas conquistas, comece o ano novo refletindo sobre as opções que as artes marciais favorecem e seja feliz.  

Referências 

  • TANNURE – Adriana – Nutricionista – Pos graduada em Nutrição Esportiva e Nutrição Clínica Funcional : Atendimento online e presencial – Contato: (21) 981539582 – Email : [email protected]  – Instagram: @tannure_nutr  
  • DIAS – Luiz – Colunista da Revista Tatame e professor de Jiu-jítsu. Instagram : @luizdiasbjj 

NEDER – Luciana – Professora de Jiu-jítsu – Presidente da Comissão CDMJJ (Comissão de Direitos das Mulheres no Jiu-jítsu). Instagram: @luneder

printcoluna7

Quem sou eu? Mônica de Paula Silva, também conhecida como Monica Lambiasi, é graduada em Pedagogia desde 2004. Concursada pela Prefeitura de Embu Guaçu – SP, atua há 13 anos como psicopedagoga clínica, área na qual é pós-graduada desde 2006. Em 2008 concluiu pós-graduação em Didática Superior, e em 2009 concluiu pós-graduação em Educação Especial e Educação Inclusiva. Já em 2017 concluiu pós-graduação em neuropsicopedagoga, e atualmente estuda psicanálise e neurociência. Também é escritora.

Contatos: WhatsApp (11) 99763-1603 / Instagram: @lambiazi03

* Por Mônica de Paula Silva

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade