Bicampeão do ADCC, Yuri Simões projeta sua participação em GP do BJJ Stars e fala após estreia no MMA: ‘Não vou mais deixar a luta se prolongar’

Publicidade

* De acordo com o dicionário Aurélio, a palavra “pronto” significa algo imediato, rápido. É assim que Yuri Simões sente-se para a disputa do GP dos Pesados do BJJ Stars, agendado para próximo sábado (6) , em São Paulo. Com apenas três semanas de preparação, por conta do convite ter sido feito num curto espaço de tempo, o faixa-preta da escola Caio Terra está animadíssimo para voltar a lutar no seu país.

É como “voltar às origens”, de acordo com ele, que explicou em exclusiva à TATAME: “É muito gratificante, para mim, lutar em qualquer lugar, pois tenho muito amor pelo meu trabalho e eu faço com satisfação. Mas lutar no Brasil sempre terá um gosto especial pra mim. Eu sempre fui um cara motivado a viver desafios. Eu me senti, realmente, desafiado com esse convite em cima da hora. Pela questão do tempo e o estilo de luta é uma modalidade diferente da que eu vinha treinando nesse último ano. É como se eu estivesse voltando às minhas raízes, pois eu sempre lutei de quimono. Isso está sendo um teste para mim”, disse Yuri, bicampeão do ADCC e atleta de MMA do ONE Championship, que mora e treina na Califórnia, Estados Unidos..

Yuri também aproveitou para analisar a diferença de treinar para lutar MMA e disputar uma competição de Jiu-Jitsu. De acordo com ele, treinar pegadas foi a principal mudança em sua preparação para o GP.

“Já venho fazendo uma preparação desde o ano passado, já estava preparado, mas estava mais focado no MMA e no sem quimono. A diferença foi que eu mudei o foco no meu estilo de treino. Por agora, estou focado em treinar só de quimono, que é um pouco diferente. Eu participo das competições de Jiu-Jitsu desde criança, eu só precisei me ajustar com o lance da pegada. Estou adaptado e me sinto muito bem. Os fãs podem esperar um Yuri que vai dar o seu melhor o tempo todo. Eu vou pra cima com tudo”, projetou ele.

Nome forte do GP, que já conta com Felipe Preguiça, Erberth Santos, Nicholas Meregali, Lucas Hulk, Luiz Panza, Gutemberg Pereira e Erich Muniz, Yuri comenou a evolução do Jiu-Jitsu como esporte profissional e falou da organização que vai dar 100 mil reais ao campeão da noite: “O BJJ Stars é uma referência internacional. O Fepa faz um dos melhores eventos profissionais de grappling do mundo e eu me sinto muito honrado em fazer parte deste card. Convoco toda a comunidade do Jiu-Jitsu para apoiar esse torneio com a compra do pay-per-view, pois isso vai fazer com que o nosso Jiu-Jitsu cresça e tenha cada vez mais eventos de grande porte no Brasil. Compartilhem as notícias, façam sua torcida e vibrem com o seu atleta favorito. Seja contra a pirataria! Se você quer que o Jiu-Jitsu continue subindo o nível, apoie o seu esporte”, falou Yuri Simões.

Yuri ainda fez uma análise de como foi a sua primeira luta pelo evento asiático ONE, em novembro de 2020, na Indonésia. O lutador perdeu o duelo contra Fan Rong por decisão dividida, de forma polêmica.

“Sempre foi um grande sonho meu poder um dia estrear e estar no MMA como estou agora. O fato de ter estreado em um evento do porte e dimensão do One só tornou essa experiência mais especial ainda. Eu concordo que o resultado foi polêmico, mas ao mesmo tempo, saí da luta satisfeito com minha performance e com a maneira que eu lutei mediante a todas as circunstâncias. Isso foi importante! Eu tirei disso uma motivação para que, no próximo combate, não deixe a luta nas mãos dos juízes. Eu quero encerrar o combate e não deixar a luta se prolongar. Evolução e motivação é o que eu sinto depois dessa primeira experiência”.

CARD COMPLETO:

BJJ Stars 5
São Paulo, Brasil
Sábado, 6 de fevereiro de 2021
Pay-per-view – AQUI

GP dos pesados (até 97kg)
– Nicholas Meregali
– Gutemberg Pereira
– Lucas “Hulk” Barbosa
– Felipe “Preguiça” Pena
– Erich Munis
– Luiz Panza
– Yuri Simões
– Erberth Santos

Lutas casadas No-Gi
– Isaque Bahiense x Roberto Jimenez
– Vitor Terra x Percio Broca
– Miltinho Vieira x Gabriel Rollo
– Thamara Ferreira x Bia Mesquita

Superlutas de quimono
– Leon Amancio x Mario Reis
– Gustavo Batista x Leandro Lo

* Por Vitor Freitas

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade