Brasileiro relembra conquista de cinturão do ACA MMA em ‘cenário hostil’ na Chechênia: ‘Marcou a minha carreira’

Publicidade

* Seis meses depois de conquistar o cinturão peso-pena do ACA, principal organização de MMA da Rússia, o brasileiro Felipe Froes não vê a hora de retornar ao cage e defender seu título pela primeira vez. Porém, com os eventos esportivos suspensos de forma indeterminada por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), resta aguardar que a situação se normalize.

Enquanto isso, o lutador natural de Ananindeua, no Pará, vem se mantendo ativo treinando em casa e, em entrevista à TATAME, relembrou a conquista do cinturão do ACA MMA. Na ocasião, em revanche contra o russo Salman Zhamaldaev, Felipe venceu por decisão unânime dos jurados na luta principal do ACA 100, edição comemorativa da companhia realizada em outubro do ano passado, na Chechênia (RUS).

“Conquistar o título peso-pena do ACA foi algo que marcou a minha carreira positivamente em relação à minha mente. Consegui elevar minha autoconfiança em um nível que fui capaz de ser campão no cenário mais hostil do mundo. Foi sensacional”, afirmou o lutador, destacando ainda o trabalho feito pela franquia.

https://www.instagram.com/p/B-ix5JFpILk/

“O ACA é mais um evento que prova que o MMA está em uma evolução absurda. Lá eu sou bem tratado e estou sempre trabalhando. A organização não deixa a desejar em nenhum aspecto em relação às outras”, disse Felipe, que no momento negocia sua primeira defesa de cinturão. “O ACA já é uma grande organização. Hoje em dia eu penso em ganhar dinheiro para ficar bem no futuro independente do lugar”.

Representante da equipe Nova União, Felipe Froes ostentou o cinturão do Shooto Brasil antes de migrar para o ACA, onde segue brilhando. Sua trajetória no MMA profissional tem 19 vitórias, quatro derrotas e um empate. A marca atual é de três triunfos consecutivos, o último justamente na conquista do título, onde dominou completamente Salman Zhamaldaev e quase finalizou o russo com uma chave de calcanhar.

“A finalização (no último round) encaixou perfeitamente, a realidade é que ele foi muito guerreiro por não ter batido, pois eu senti o joelho dele estalar várias vezes, deve ter machucado. O plano era acabar a luta antes, eu estava com um pouco de medo da arbitragem, porém no ACA existe uma comissão de arbitragem forte, então por outro lado isso me deixava mais tranquilo e, quando acabou a luta, eu tinha certeza de ter vencido os cinco rounds. A vitória era minha sem sombra de dúvidas”, encerrou o campeão peso-pena.

Assista à vitória de Felipe Froes na íntegra:

* Por Diogo Santarém

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade