Charles do Bronx: ‘Estou aqui para fazer história e estar no Hall da Fama do UFC’

Campeão peso-leve do UFC, Charles do Bronx exalta sua atual fase e cita desejo de seguir fazendo história no MMA; confira as declarações

Publicidade

Imparável. Esse é o adjetivo do momento para resumir a fase de Charles do Bronx no UFC. Após derrotar Dustin Poirier por finalização no terceiro round na luta principal do UFC 269, realizado no último sábado (11), em Las Vegas (EUA), o brasileiro emplacou sua décima vitória consecutiva na organização e se consolidou ainda mais como recordista em finalizações dentro da companhia norte-americana.

Apesar da grande fase e dos números expressivos, Charles do Bronx ainda precisa conviver com algumas críticas e desconfianças. No entanto, em entrevista coletiva após o UFC 269, o faixa-preta de Jiu-Jitsu mostrou não se importar com isso, deixando claro que está focado em realizar seu trabalho dentro do octógono e em fazer história dentro do UFC.

“Eu realmente não me importo (com as críticas e provocações). Não me importo com o que as pessoas pensam, não me importo com o que eles dizem. Olhe o que eles têm falado sobre mim. Dizem que eu não aguento receber golpes, mas vejam o que eu tenho feito. Só tenho que continuar fazendo o que eu já faço. Eu respeito muito o Dustin Poirier. A luta teve muito estudo no início, mas como eu disse, eu teria meu braço levantado no final e foi o que aconteceu”, disse Charles do Bronx, que reiterou seu desejo de fazer história no UFC.

“Estou aqui porque quero fazer história e vou fazer história. Quero construir um legado. Eu venho aqui e faço. Não estou na internet, não estou no Twitter, não estou no Facebook. Estou aqui tentando mostrar às pessoas o que está acontecendo e estou aqui. Eu sou o campeão mundial. Eu tenho esse cinturão e vou continuar fazendo isso. Quero estar no Hall da Fama do UFC futuramente e vou para matar ou morrer em busca disso”, disse o brasileiro.

Para conferir mais notícias sobre Charles do Bronx e UFC 269, clique aqui

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 269
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 11 de dezembro de 2021

Card principal
Charles do Bronx finalizou Dustin Poirier com um mata-leão no 3R
Julianna Peña finalizou Amanda Nunes com um mata-leão no 2R
Geoff Neal derrotou Santiago Ponzinibbio por decisão dividida dos jurados
Kai Kara-France derrotou Cody Garbrandt por nocaute no 1R
Sean O’Malley derrotou Raulian Paiva por nocaute técnico no 1R

Card preliminar
Josh Emmett derrotou Dan Ige por decisão unânime dos jurados
Dominick Cruz derrotou Pedro Munhoz por decisão unânime dos jurados
Tai Tuivasa derrotou Augusto Sakai por nocaute no 2R
Bruno Blindado derrotou Jordan Wright por nocaute técnico no 1R
André Sergipano finalizou Eryk Anders com um armlock no 1R
Erin Blanchfield derrotou Miranda Maverick por decisão unânime dos jurados
Ryan Hall derrotou Darrick Minner por decisão unânime dos jurados
Tony Kelley derrotou Randy Costa por nocaute técnico no 2R
Gillian Robertson finalizou Priscila Pedrita com um mata-leão no 1R

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade