Charles do Bronx rebate críticas sobre corte do UFC 294 e dispara: ‘Brasileiros falando besteira’

Charles do Bronx desabafou sobre as pessoas que estão questionando o fato de ter ficado de fora do UFC 294 e aconselhou os críticos

Charles do Bronx rebate críticas sobre corte do UFC 294 e dispara: ‘Brasileiros falando besteira’

Charles do Bronx manda recado para "críticos" brasileiros (Foto reprodução Instagram)

Charles do Bronx resolveu falar diretamente com os brasileiros que estão criticando a situação que aconteceu antes do UFC 294. No último fim de semana, Islam Makhachev defendeu o cinturão dos leves contra o campeão peso-pena Alexander Volkanovski – que substituiu o justamente o brasileiro após um corte profundo no supercílio. Após o acidente de treino, muitas pessoas têm especulado na internet sobre o corte ter sido proposital e que o paulista poderia estar “fugindo” da luta.

Em entrevista ao canal “Laerte Viana na área – MMA”, Charles do Bronx comentou sobre o que acha dessas especulações e afirmou que continuará com o seu sonho de recuperar o título da organização de Dana White.

“Eu vi muita gente da Rússia me criticando, como tem muita gente da Rússia que torce gigantescamente por mim. Me mandando muita coisa positiva. Mas, o mais fod* de tudo é ver os brasileiros falando tanta besteira, tá ligado? Que eu me cortei para não lutar, que eu estava correndo da luta, que a minha fase já passou. Cara, se você pegar minhas últimas lutas, eu vim de uma derrota, eu já passei essa derrota e já venci de novo. Olha os grandes nomes que eu já lutei e nunca dei pra trás. Eu não tenho medo de ninguém, eu tenho respeito”, contou do Bronx, que continuou:

“Então, você imagina, eu fiz um camp de dois meses treinando igual louco, pra no último dia, me machucar para não lutar? Não tem nexo. Sem contar que, tipo assim, a gente não tá falando de 100 ou 200 reais. A gente tá falando de muito dinheiro. Então, eu não lutei, infelizmente, porque aconteceu isso (corte), não tem muito o que fazer. E aí, você olhando pelo o outro lado, você pega esses caras que estão falando, são caras que não tem coragem de levantar cedo pra acreditar no próprio sonho deles. Então, eles tentam fazer com que as pessoas, no caso eu, não consiga realizar meus sonhos”, finalizou o ex-campeão.

Aos 34 anos, Charles do Bronx é o maior finalizador da história do Ultimate com um cartel de 34 vitórias, nove derrotas e um embate sem resultado. Em outubro do ano passado, o brasileiro foi finalizado por Makhachev, mas se recuperou vencendo Beniel Dariush em junho deste ano.

Para conferir mais notícias sobre Charles do Bronx, clique aqui