Com bom retrospecto no UFC, Capoeira quer ‘reconhecimento’: ‘Não sei o que precisa para que isso aconteça’

Publicidade

Em 12 apresentações no UFC, desde que foi contratado em 2015, Elizeu Capoeira apresenta nove vitórias e apenas três derrotas – sendo que o último revés, para Muslim Salikhov, em julho de 2020, foi bastante contestado por diversos fãs e especialistas. No fim de outubro, em Abu Dhabi (EAU), o brasileiro voltou a triunfar ao “massacrar” o estreante Benoit Saint-Denis no UFC 267.

Capoeira chegou a ostentar uma série de sete vitórias seguidas, mas o máximo que conseguiu foi entrar no Top 15, sem alcançar uma luta que o colocasse mais acima na divisão. Ao ser indagado sobre essa falta de “reconhecimento” por parte do UFC, como por exemplo lutar contra um estrante, o lutador opinou à Revista TATAME, mas disse entender a luta contra o francês.

“Eu acho que sim (não tem reconhecimento). Eu venho de uma boa campanha dentro do UFC, tento mostrar o meu melhor trabalho sempre. Não sei o que que acontece, nesta luta (Benoit Saint-Denis) até tudo bem, eu estava vindo de um ano parado por conta da lesão, da cirurgia, até foi aceitável (enfrentar um estreante). Sabíamos também do atleta duro que era o nosso oponente. Mas acho que sempre falta esse reconhecimento maior do UFC, ficamos aguardando, corremos atrás, mas não sei o que falta da parte deles para que isso aconteça”, desabafou.

Pensando em iniciar mais uma sequência positiva para retornar ao Top 15, Capoeira elegeu dois nomes: “Eu sempre tenho ideia de quem eu gostaria de enfrentar, mas como não tenho sido muito correspondido pelo UFC na parte de pedir adversários, eu não tenho um nome em específico. Tem alguns que eu gostaria de lutar, como Matt Brown, Gunnar Nelson, que são os caras que estão no radar há um tempo”, disse o lutador, afirmando que quer retornar em 2021:

“Eu quero voltar o mais rápido possível. Estou bem, com algumas coisas para resolver em relação a minha preparação e algumas lesões que devem ser tratadas, mas acho que questão de um mês, estou zerado. Se der, esse ano voltar ainda seria ótimo. É o objetivo”, concluiu o paranaense.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade