Entrada gratuita e grandes duelos: Grand Slam do Rio de Janeiro terá atrações de sobra para os fãs de Jiu-Jitsu; saiba mais

Publicidade

Principal evento de Jiu-Jitsu realizado no Rio de Janeiro atualmente e um dos maiores do Brasil, o Abu Dhabi Grand Slam Rio retorna para sua quinta edição, desta vez com mais atrações ainda para os fãs do esporte. Além das tradicionais disputas por peso na faixa-preta, o evento traz a primeira edição do “Queen of Mats” e um super card do “King of Mats”, tudo com ENTRADA GRATUITA!

A quarta etapa da temporada 2019/2020 do Abu Dhabi Grand Slam Tour, organizado pela AJP, chega ao Rio neste fim de semana, de 1 a 3 de novembro. A Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, mais uma vez será o cenário de uma ação insana em três dias de muita arte suave. Como de costume, o masculino adulto faixa-preta e feminino adulto faixas-marrom/preta prometem fortes emoções, com 197 atletas competindo em busca da glória de ser campeão e do prêmio em dinheiro.

Confira abaixo um resumo de cada divisão:

> Feminino adulto faixas-marrom/preta

49kg – a campeã do ADGS Los Angeles em 2019, Brenda Larissa, e a várias vezes campeã do Grand Slam e do World Pro, Mayssa Bastos, estão em rota de colisão para acertar negócios inacabados na final. Sayuri Toledo, Mayara Bravo e Milena Nascimento querem atrapalhar as favoritas.

55kg – após brilhar em Los Angeles, Ana Rodrigues está de volta ao jogo, assim como a vice-campeã Amal Amjahid. Talentos locais como Viviane Almeida, Leticia Murakami e Alana Cerqueira podem fazer barulho.

62kg – com 18 atletas, a categoria está recheada de talentos. A campeã do ADGS Los Angeles em 2019, Luiza Monteiro, a bicampeã do World Pro, Bianca Basílio, e a campeã do ADGS Tóquio, Hope Douglass, são as principais concorrentes ao ouro. No entanto, com muitos nomes inscritos, algum pode surpreender.

70kg – depois de ficar fora em Moscou e Tóquio, Thamara Silva voltou ao jogo em Los Angeles para recuperar seu domínio. Agora no Rio, a campeã quer seguir no topo. Do outro lado, 13 oponentes trabalharão para estragar os planos de Thamara, incluindo a campeã em Moscou, Martina Gramenius.

95kg – dominante nesta divisão, Gabi Pessanha conquistou várias medalhas de ouro no ADGS nas duas últimas temporadas, mas desta vez terá trabalho. Com dez atletas inscritas para competir, a divisão feminina mais pesada se tornou um terreno difícil onde a jovem Gabi vai precisar trabalhar para conquistá-lo.

JJW low300
Mulheres têm cada vez mais destaque e prometem novo show (Foto Ane Nunes / AJP)

> Masculino adulto faixa-preta

56kg – campeão do ADGS Los Angeles, Kalel Santos voltou a ficar no topo, mas tem pela frente o campeão de 2018 do ADGS Rio, Bebeto Oliveira, em busca de manter sua posição. Jorge Nakamura e Fred Guimarães também podem representar uma ameaça aos favoritos na corrida pelo título.

62kg – com 16 atletas inscritos, a categoria promete. Campeão do último ADGS Los Angeles e do World Pro, Gabriel Sousa retorna, assim como o também campeão do World Pro e do ADGS Rio 2018, Hiago George. Outro concorrente, o jovem Diego Pato desceu da divisão 69kg para adicionar ainda mais “tempero”. Cleber Fernandes, Jose Tiago e Francisco Jonas Pereira completam a lista dos principais nomes.

69kg – Isaac Doederlein é o nome que se destaca em uma categoria lotada com 37 atletas, mais uma prova de quão forte é o Jiu-Jitsu no Brasil. Existem, porém, muitos nomes que podem representar uma ameaça para o americano Isaac. Ariel Tabak, Rafael Mansur e Yago Rodrigues são apenas três deles.

77kg – campeão do Grand Slam em Moscou e Tóquio neste ano, Diego Ramalho quer voltar ao topo do pódio após um segundo lugar em Los Angeles. Caio Caetano, Yan Paiva, Guilherme Rocha, Luan Alves e Ygor Rodrigues são alguns dos 24 “obstáculos” que Diego precisa superar em sua caminhada.

85kg – com 26 atletas prontos para a guerra, a classe de peso é um enorme ponto de interrogação. Charles Negromonte, Igor Sousa, Rodrigo Reis e Alexandre Vieira são alguns dos nomes mais conhecidos.

94kg – outra classe de peso lotada, com 19 feras com fome de ouro. Patrick Gaudio, Adam Wardzinski e Jackson Sousa são as apostas mais seguras, mas o Brasil sempre apresenta surpresas na disputa.

120 kg – até a divisão mais pesada viu um grande número de inscritos. Atual campeão do ADGS Tóquio, Gerard Labinski é sempre uma força competindo em seu país adotivo, assim como Victor Hugo, campeão do Grand Slam Moscou em sua estreia como faixa-preta. Outros 12 nomes completam a categoria.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade