Com primeira edição marcada para fevereiro, Spartans Grappling promete ‘abalar estruturas’ e organizador faz planos

Publicidade

Muito em breve, os fãs de Jiu-Jitsu poderão prestigiar um novo evento que está surgindo no Brasil. Trata-se do Spartans Grappling, que deverá ter sua primeira edição realizada em fevereiro de 2021, em São Paulo. Responsável por organizar o card, que vai ter suas lutas reveladas nos próximos dias, Leonardo Meira de Ângelo contou como surgiu a ideia de desenvolver o torneio, ressaltando sua admiração pela arte suave, onde é faixa-marrom.

“Eu treino Jiu-Jitsu há anos, não sou atleta, treino porque gosto muito da arte suave, só que eu sempre gostei de ver e participar de competições de Jiu-Jitsu e curto muito uma competição de grappling. Isso me despertou um interesse em realizar um evento de lutas casadas. Fui alimentando a ideia e planejando, e chegou a hora de realizar meu evento e meus planos com a organização, e ter como meta realizar um grande evento, onde o público possa estar satisfeito em ver seu ídolo lutar”, afirmou Leonardo, que falou das suas expectativas para a realização do primeiro evento, inicialmente, marcado para 27 de fevereiro.

“Nessa primeira edição, minha meta principal é fazer um evento com a máxima qualidade possível, para que o público possa estar satisfeito. Em relação às lutas, já posso adiantar que vão ser dez combates e o que eu posso falar para os fãs da arte suave é que já temos grandes nomes confirmados. Mais para frente, os fãs vão ver todas as informações da primeira edição, como os combates e como acompanhar”, projetou.

Por conta de toda a situação envolvendo a pandemia global do coronavírus, a primeira edição do Spartans Grappling não deverá contar com presença de público. Ao falar sobre as razões que o levaram a criar o evento, Leonardo Ângelo contou que os seus planos consistem em promover eventos com públicos quando for possível e, além disso, realizar os torneios em diferentes cidades, como explicou a seguir.

“Eu não vejo eventos de grappling surgindo no Brasil com frequência. Foi por esse e outros motivos que tive a ideia de realizar um evento 100% de grappling, primeiro porque, no meu particular, eu curto muito, e segundo por não ver um evento desse porte no Brasil, como tem nos EUA. Acredito que essas foram as minhas principais inspirações. Já tenho várias situações diferenciadas para o meu evento, uma delas que posso garantir é que depois que passarmos pelo que estamos passando, pretendo realizar um evento com público, e que cada edição será em um lugar diferente. Muitas coisas estão por vir”, encerrou Leonardo.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade