Com sonho de chegar ao UFC, Allan Begosso vibra com disputa de título no LFA: ‘Maior luta da carreira’

Publicidade

Allan “Mini” Begosso vem ganhando cada vez mais espaço no cenário internacional. Após emplacar uma série invicta em cinco lutas no MMA nacional, o lutador se mudou para os Estados para treinar na Team Alpha Male, equipe comandada por Urijah Faber, em Sacramento.

Através do mestre Fábio Pateta, o atleta vendeu tudo que tinha no Brasil para ir em busca do sonho, e após vencer dois combates no LFA, recebeu a chance de disputar o título da organização na categoria peso-galo em dezembro, contra Richard Palencia, no dia 3 de dezembro, na cidade de Phoenix, Arizona.

“Não gosto de criar expectativas, vou lá fazer o meu trabalho e dar o meu melhor, como fiz em todas as lutas. Não posso negar que é a maior luta da minha carreira até agora, apesar de todas terem sido muito importantes. O foco está 100% em dar o meu melhor e conquistar esse cinturão”, declarou Allan ao falar sobre a expectativa para a disputa do título no LFA.

Pupilo da 011 MMA Team, academia que já revelou nomes como Marcos Pezão, o atleta hoje treina com grandes nomes do MMA mundial como Clay Guida, Guilherme Faria, e o próprio Urijah, membro do Hall da Fama do UFC.

Somando seis vitórias e um empate em sete lutas disputadas na carreira, o lutador, que é natural de São Paulo, venceu respectivamente Sean McPadden e Samarbek Sabyrzhan no palco do LFA. Enfrentando um rival invicto pelo título da organização norte-americana, o lutador espera vencer e realizar um dos seus grandes sonhos na carreira, que é o contrato com o Ultimate

“Essa luta é a que eles precisam ver. Meu oponente é um cara invicto também, e como a luta será pelo cinturão do LFA, um dos maiores eventos do EUA, acho que quem vencer, mais cedo ou mais tarde, vai acabar conquistando o contrato com o UFC”, declarou o promissor atleta brasileiro.

Rival do brasileiro, Richard Palencia é natural de Phoenix, Arizona, e soma na carreira nove vitórias e nenhuma derrota na carreira. O lutador norte-americano contabiliza três triunfos no LFA, e terá a chance de conquistar o cinturão do evento contra o brasileiro em dezembro. Focado em vencer, para não só conquistar o título, como chamar a atenção do UFC, Allan revelou que o seu destino já estava traçado há muito tempo, como o mesmo escreveu.

“Meu objetivo é um só, ser campeão do UFC. Tinha escrito em papel para mim mesmo que até dezembro desse ano iria estar lá, então estou indo buscar isso. Sei que já está meio em cima por estar próximo do fim do ano, mas esse é meu objetivo”, finalizou o atleta brasileiro de 25 anos.

Na carreira, o lutador teve como treinadores nomes como Cláudio Godoy e Anderson Nogueira. Atualmente na Team Alpha Male, o lutador já desponta como uma das grandes apostas da equipe norte-americana. Agressivo no cage, Allan venceu cinco combates por via rápida, nocaute, nocaute técnico ou finalização, na carreira.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade