Sem rumo? Conor McGregor faz publicação sobre o futuro da sua carreira e agita a web

Sem lutar desde 2021, Conor McGregor voltou a criar esperanças sobre voltar a lutar pelo UFC ainda em 2023; confira mais detalhes

Sem rumo? Conor McGregor faz publicação sobre o futuro da sua carreira e agita a web

McGregor voltando ao octógono do UFC. (Foto: Divulgação/UFC)

O assunto sobre uma possível volta de Conor McGregor ao MMA se tornou uma verdadeira novela. Dias depois de se mostrar pessimista quanto à possibilidade de retornar ao UFC ainda em 2023, o irlandês voltou atrás e deu esperanças aos fãs que desejam vê-lo no octógono este ano. Por meio das suas redes sociais, o ex-campeão duplo do Ultimate mudou o tom do seu discurso e voltou a indicar chances de se apresentar na atual temporada.

“Dezembro está de pé novamente. (Estou) Pronto em ambas as instâncias”, escreveu Conor em sua conta oficial no Twitter na última segunda-feira (21).

Como já é comum, Conor McGregor também iniciou uma nova “troca de farpas”. Pela mesma rede social, “The Notorious” respondeu uma publicação em que Tony Ferguson desabafava sobre o mau momento da sua carreira. Sem se importar com o tom melancólico do tweet do americano, o irlandês falou em tom ameaçador.

“Eu vou acabar com você e de uma forma brutal. Eu não me esqueci”, escreveu McGregor, que prontamente, foi respondido por Tony Ferguson logo na sequência.

“Aí está a minha ‘cadela’. Demorou muito para eu ter sua atenção. Lembre-se de quando você trabalhava para mim e eu te demiti por não fazer seu trabalho direito. Quando acabar de lidar com seus processos legais, assine com o nome ‘Campeão Covarde’”, rebateu Ferguson.

Ex-campeão duplo do Ultimate, Conor McGregor tem 35 anos de idade e está há mais de dois anos sem lutar. Sua última luta aconteceu em julho de 2021, quando foi derrotado por Dustin Poirier, e seu último resultado positivo aconteceu em 2020, quando nocauteou Donald Cerrone. Ao todo, na carreira, o “Notorious” fez 28 lutas, tendo vencido 22 e sofrendo seis reveses.

Saiba mais sobre Conor McGregor, aqui.