Com 19 nomes, temporada do Contender Series tem hegemonia do Esquadrão Brasileiro

A sétima temporada do Contender Series foi finalizada nesta terça-feira (10) e premiou ao todo, 46 novos lutadores com contratos no UFC

Com 19 nomes, temporada do Contender Series tem hegemonia do Esquadrão Brasileiro

Carlos Prates é um dos novos talentos que assinaram com o UFC via Contender Series (Foto: Divulgação/UFC)

A sétima temporada do Contender Series foi finalizada na última terça-feira (10) e premiou, ao todo, 46 novos lutadores com contratos com o UFC – sendo 19 brasileiros. Ao longo de dez semanas, os talentos nacionais se destacaram entre as maiores promessas do MMA mundial. Confira abaixo quem são os novos integrantes do Esquadrão Brasileiro, que irão representar o país na maior organização de MMA do mundo.

Na semana 1, Cesinha Almeida (4v-0d), destaque do Kickboxing e que já perdeu duas vezes para Alex Poatan, garantiu o contrato após derrotar o compatriota Lucas Fernando. O peso-médio paulista, de 35 anos, inclusive, já tem luta marcada e vai enfrentar Christian Leroy Duncan, dia 18 de novembro, pelo UFC Vegas. Quem também garantiu vaga no Ultimate foi Caio Machado (8v-1d-1e), ex-campeão do BFL. O peso-pesado, de 29 anos, superou Kevin Szaflarski por unanimidade e vai estrear na organização contra Mick Parkin no dia 18 de novembro.

Já na semana 2 do Contender Series, a peso-palha Eduarda Moura (9v-0d), conhecida como “Ronda”, de 29 anos, finalizou a compatriota Janaina Silva no primeiro round para conseguir seu contrato com o Ultimate. A parceira de treino de Jailton Malhadinho vai lutar contra Montserrat Ruiz, que vem duas derrotas seguidas por nocaute. Já na quarta semana da temporada do Contender Series, Carlos Prates (17v-6d), de 30 anos, nocauteou o americano Mitch Ramirez no segundo round, garantindo seu contrato com o Ultimate. “Carlão” é ex-campeão meio-médio do STF e chegou a sétima luta de invencibilidade na carreira, onde não perde desde 2019.

Chegando a semana 5, o Brasil teve três novos contratados. Entre os meio-pesados, Brendson Ribeiro (15v-5d-1NC), de 27 anos, nocauteou o também brasileiro Bruno Lopes no primeiro round e engatou a terceira vitória seguida na carreira. O “Gorila” chega ao Ultimate e trás em seu currículo o cinturão de Campeão do Shooto Brasil. Também premiados com contratos com o Ultimate, o peso-pena Jean Silva (11v-2d), de 29 anos, que derrotou Kevin Vallejos por decisão dividida. Já a peso-mosca Dione Barbosa (6v-2d), de 31 anos, é parceira de treino de Cris Cyborg e finalizou Rainn Guerrero ainda no primeiro round.

Assim como na rodada anterior, a semana 6 da temporada 2023 do Contender Series premiou mais três brasileiros com contratos com o UFC. O peso-pesado Jhonata Diniz (6v-0d), de 32 anos, coleciona títulos no Kickboxing e venceu o compatriota Eduardo Jose Neves no primeiro round. Aos 25 anos, Julia Polastri (12v-3d), ex-campeã do LFA, finalizou Patricia Alujas para garantir a vaga. No peso-galo, Jean Matsumoto (14v-0d), que foi campeão duplo do STF, superou Kasey Tanner por decisão unânime para conquistar seu lugar no UFC. O lutador de Bragança Paulista (SP) tem 24 anos.

A semana 7, mais uma vez, de domínio brasileiro no Contender. Vale destacar que todos os três contratados foram campeões do evento nacional Jungle Fight. A peso-palha Stephanie Luciano (5v-1d-1e), de 23 anos, empatou com Talita Alencar, mas mesmo assim, encantou Dana White e conseguiu o contrato com o Ultimate. Já o peso-leve de 32 anos Kaynan Kruschewsky (15v-2d) finalizou Dylan Mantello. Enquanto o peso-mosca Igor da Silva (8v-0d), de apenas 20 anos, nocauteou o compatriota Jhonata Silva no segundo round – chegando a marca de quatro nocautes e quatro finalizações em oito lutas.

Na oitava semana da temporada, o destaque foi para o peso-galo brasileiro Vinicius Oliveira (19v-3d), de 27 anos, que nocauteou o mexicano Victor Madrigal no primeiro round. O “LokDog” já foi campeão do UAE Warriors. Já na penúltima semana do Contender Series 2023, o Brasil teve mais três lutadores contratados. Ex-campeão do LFA, o meio-pesado Rodolfo Bellato (11v-2d), de 27 anos, nocauteou Murtaza Talha no segundo round. Já o peso-galo Victor Hugo (24v-4d), de 30 anos, finalizou Eduardo Torres Cant no segundo round e chegou 14 lutas sem perder. Por fim, Mauricio Ruffy (9-1) nocauteou Raimond Magomedaliev no terceiro round. Ao 27 anos, o meio-médio foi campeão do Mega FC e do Centurion FC.

No encarramento da temporada do Contender, o Esquadrão Brasileiro ganhou mais dois integrantes. O peso-mosca, de 24 anos, André Mascote (7v-0d) venceu Rickson Thai Zenidim Bueno por decisão unânime. Já  Lucas Rocha (17v-1d), de 23 anos, nocauteou Davi Bittencourt por nocaute no segundo round.

Para mais notícias sobre o Contender Series, clique aqui