Da roça para o cage: ex-lavrador, Erivan Pereira luta nesta sexta-feira no BRAVE 25 e sonha com carreira de sucesso no MMA

Publicidade

Erivan Pereira Silva já fez um pouco de tudo nesta vida. Já trabalhou na roça, foi servente de pedreiro, vaqueiro e açougueiro. Natural de Posse, um município brasileiro do estado de Goiás, Erivan chegou a Brasília há sete anos para servir o Exército. Em 2014, logo após deixar a carreira militar e arrumar um emprego na construção civil, um amigo o incentivou a procurar uma academia de lutas. De cara Erivan se identificou com o Muay Thai, venceu suas dez primeiras lutas por nocaute, e migrou para o MMA. Nesta sexta-feira (30), pelo BRAVE 25, em Belo Horizonte (MG), ele fará sua 14ª luta.

“Já trabalhei na roça, na lavoura. Eu capinava, era vaqueiro com o meu pai, cortava cana… Fazia de tudo na roça. Também já fui servente de pedreiro e trabalhei em frigorifico. Realmente já fiz de tudo nessa vida (risos). Comecei na luta logo após servir o Exército. Eu trabalhava em uma obra e um amigo meu disse que eu era forte, que tinha biotipo de lutador. Eu brigava muito na rua, então entrei na academia para ficar bom de porrada e brigar na rua. Mas a luta mudou a minha vida. Me deu direção, me mostrou um caminho profissional, e aos poucos as coisas foram dando certo. Hoje vivo só da luta, graças a Deus. Mas sonho é dar uma vida melhor para a minha família, ser um lutador conhecido e estar entre os melhores do mundo. Sonho também em ganhar dinheiro para no futuro comprar a minha fazenda”, revelou o casca-grossa.

Erivan possui um cartel com 12 vitórias e apenas uma derrota no MMA profissional. Embalado por cinco vitórias consecutivas, ele vem de triunfo por nocaute sobre Gesias Cavalcante, ex-campeão do Hero’s e com passagens pelo WSOF, Strikeforce e Titan FC. Nesta sexta, o goiano terá pela frente o ex-UFC Mehdi Baghdad, que possui 17 lutas na carreira, com 11 triunfos: oito por nocaute e outros três por finalização.

“Estou em um momento muito bom na carreira. Venho de cinco vitórias seguidas, a última delas contra o Gesias, um cara muito experiente e conhecido no MMA. Sem dúvida a vitória sobre ele foi muito importante para a minha carreira. Agora terei mais um adversário muito duro pela frente, inclusive com uma passagem pelo UFC. Mas estou muito bem preparado e confiante. Vou fazer o meu jogo e buscar o nocaute ou a finalização. Vou buscar o tempo todo definir a luta, desde o início”, concluiu o atleta da Five Rounds.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade