Dana White explica Wanderlei Silva no Hall da Fama do UFC: ‘Fã de verdade era fã do PRIDE’

Dana White exaltou história de Wanderlei Silva no MMA ao explicar decisão de colocá-lo no Hall da Fama do UFC; confira

Dana White explica Wanderlei Silva no Hall da Fama do UFC: ‘Fã de verdade era fã do PRIDE’

Dana White exaltou história de Wanderlei Silva ao explicar decisão de colocá-lo no Hall da Fama do UFC (Foto: Reprodução)

Presidente do UFC, Dana White nunca teve uma relação amistosa com Wanderlei Silva. No entanto, ao que tudo indica, as “tretas” entre os envolvidos ficou no passado. Prova disso é que no último sábado (17), durante a realização do UFC 298, a organização anunciou que o brasileiro passaria a ser o mais novo integrante da seleta lista de lutadores que fazem parte do Hall da Fama do Ultimate.

Considerado um dos grandes lutadores do Brasil na história do MMA, Wanderlei Silva estava presente no Honda Center, local onde foi realizado o UFC 298, e recebeu com emoção a homenagem. Logo depois, em entrevista, o “Cachorro Louco” expressou sua felicidade e agradeceu Dana White quando falou sobre quais foram os seus melhores momentos dentro da organização norte-americana.

Em conversa com jornalistas após o UFC 298, Dana White foi perguntado sobre a decisão de colocar Wanderlei no Hall da Fama do Ultimate. Exaltando a história do curitibano, o mandatário revelou que já era um “grande fã” do “Cachorro Louco” quando passou a trabalhar diretamente com o MMA, no período em que “Wand” fazia grande sucesso lutando pelo PRIDE.

“Ele merece estar (no Hall da Fama do UFC). Quando eu e os (irmãos) Fertitta entramos neste esporte já éramos grandes fãs do Wanderlei Silva. Naquela época, todo fã de verdade era fã do PRIDE e muitas grandes estrelas saírem de lá. O Wanderlei fez muito pelo esporte no início e ele merece estar lá”, afirmou.

Wanderlei Silva marcou época no extinto PRIDE, no Japão, onde foi campeão dos médios e também do GP dentro da mesma categoria. Entre 2001 e 2007, para muitos fãs e especialistas, não tinha ninguém melhor que o curitibano no MMA.

“Wand” registrou vitórias emblemáticas sobre Kazushi Sakuraba, Rampage Jackson, Ricardo Arona, entre outros. Pelo PRIDE foram 22 triunfos, apenas quatro derrotas, um empate e outro “No Contest” (luta sem resultado).

Com o fim da franquia japonesa após ser adquirida pelo Ultimate, o “Cachorro Louco” se mudou para o UFC e não conseguiu repetir o mesmo desempenho. Embora tenha vencido nomes como Michael Bisping, o brasileiro teve sete derrotas e cinco vitórias na franquia de Dana White. Por fim, no Bellator, foram duas aparições com resultados negativos diante de Chael Sonnen e Rampage.

Aos 47 anos, Wanderlei não luta desde 2018. Na última semana, a lenda brasileira topou um desafio para uma luta de Boxe contra Rampage. Os dois já se enfrentaram quatro vezes no MMA, com uma vitória para cada lado.

Para mais notícias sobre Wanderlei Silva e Dana White, clique aqui