Dayana Silva aprova atuação em estreia no Bellator, mas ‘fica na bronca’ com resultado: ‘Não vi razão para a derrota’

Publicidade

* Contratada pelo Bellator, Dayana Silva chegou com moral à organização e, logo de cara, enfrentou a ex-campeã peso-pena Julia Budd no card do Bellator 257, realizado no último dia 16 de abril. A brasileira justificou a confiança dada pela companhia e travou uma boa luta diante da canadense durante os três rounds. No entanto, os juízes deram a vitória para Budd por decisão dividida, o que provocou discordância de alguns fãs e especialistas de MMA, que viram superioridade de Dayana ao longo do confronto.

Apesar do revés na estreia, o saldo geral é positivo. Em entrevista à TATAME, a atleta da Nova União ressaltou que a estratégia traçada com sua equipe foi bem executada e que o desempenho diante da ex-campeã foi considerado satisfatório, como ela conta a seguir.

“Saiu quase tudo conforme a estratégia que traçamos, só faltou a vitória, obviamente. Eu sabia que seria uma luta dura, afinal, eu estava lutando contra a ex-campeã, então a estratégia que montamos foi essa… Bater, sair e ser mais rápida do que ela. Acho que lutei muito bem, as pessoas também gostaram, inclusive algumas pessoas de dentro do evento, mas infelizmente não me deram a vitória”, disse a lutadora, que na sequência, falou ainda onde considerou que foi melhor em relação a canadense

“Acho que busquei mais a luta, fui mais para frente e acertei mais golpes. Os poucos momentos que ela teve de superioridade aconteceram no segundo round, onde faltando 30 segundos, ela aplicou uma queda. No último round também, faltando uns 20 segundos, ela tentou aplicar uma nova queda, eu defendi, voltei e continuei sendo superior depois. Eu realmente não vi motivos para a minha derrota, agora já assisti algumas vezes a luta, porque na hora eu confesso que fiquei bem chateada pelo resultado. Mas estou de cabeça erguida, porque sei que tive uma boa performance. Não sei como essa vitória para ela foi julgada”.

Com 30 anos e um cartel profissional de nove vitórias e seis derrotas no MMA, Dayana Silva é ex-campeã do evento Shooto Brasil e, após ter um bom desempenho no duelo contra Julia Budd em seu debute pelo Bellator, espera que a organização americana siga colocando adversárias qualificadas para seguir evoluindo dentro do evento.

“Eu assinei contrato e minha primeira luta no Bellator foi logo contra a primeira colocada no ranking peso-pena, atrás apenas da atual campeã, Cris Cyborg. Então, acho que não seria justo eu descer muito, então, sim, eu quero continuar a fazer lutas contra atletas que estão mais embaladas. Esse é o objetivo”, encerrou.

* Por Mateus Machado

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade