De servente de pedreiro a campeão e milionário na PFL: Raush Manfio destaca perseverança e deixa lições

Publicidade

Raush Manfio, atualmente com 29 anos de idade, tem uma história de fé, garra e sucesso. Em nove anos de carreira profissional, com início em dezembro de 2011, o brasileiro provou do “pão que o inimigo amassou”, sátira para definir os momentos turbulentos em que passou nos últimos três anos de carreira, onde não fez nenhuma luta profissional, e o tempo de exaltação, como ele gosta de definir seu presente.

Na última quarta-feira, dia 27 de outubro, Raush deu o primeiro passo de exaltação pessoal em sua vida. O atleta da American Top Team faturou o cinturão da Professional Fighters League (PFL) e conquistou 1 milhão de dólares de premiação, depois de vencer Loik Radzhabov por decisão unânime dos jurados, após cinco rounds.

“É um momento único, estou muito feliz com esta conquista. A luta foi uma guerra, cinco rounds intensos. Sempre sonhei em estar vivendo esse momento, mas tudo isso parecia impossível quando o ano começou. Deus faz tudo certo e no tempo dele”, destaca Raush, ainda emocionado com a conquista.

Agora dono do cinturão peso leve da organização e com outro status dentro do MMA, Raush lembra dos momentos difíceis em que passou e, principalmente, nos últimos três anos que não teve oportunidade de lutar profissionalmente. O campeão teve que trabalhar em outras áreas para manter o sustento de sua família.

“Os três anos que fiquei sem lutar me deram um amadurecimento emocional, me transformei num homem mesmo, eu virei chefe de família. Na minha última luta, ainda pelo Titan FC, minha filha ainda não tinha nem nascido. Então eu tive que aprender a falar melhor em inglês, aprender a negociar melhor com os patrocinadores e tive que trabalhar de todas as formas que você pode imaginar, desde servente de pedreiro até serviços gerais… Eu fiz de tudo enquanto Deus não me apresentava a melhor oportunidade da minha carreira, eu fiz o que podia na época. Estava triste, não nego, mas foi um deserto de aprendizado na minha vida. Na minha mente, só vem a palavra gratidão. Eu me sinto um vencedor na vida, dei a volta por cima. Sou grato a Deus por trabalhar com o que amo”, explica Raush, ao falar do seu passado recente.

Antes de encerrar, Raush, que possui um cartel de 15 vitórias e três derrotas no MMA profissional, e é popularmente conhecido como “Cavalo de Guerra”, falou sobre fé e perseverança em seu propósito de vida.

“Quero ser espelho para todo brasileiro, aquela galera que está atravessando o próprio deserto… Não desistam! O propósito tem que ser maior que a dificuldade, você pode e consegue. Não é o mais veloz ou mais rápido que consegue, é o que não desiste. Se você ler a bíblia, vai ver que todos aqueles que venceram não desistiram em meio ao caos. Sua hora vai chegar, é só confiar!”, encerrou.

raush manfio pfl
Raush Manfio faturou US$ 1 milhão após título na PFL (Foto: Divulgação/PFL MMA)
Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img