Diagnosticado com doença rara, Rafael Lovato Jr renuncia ao título peso-médio do Bellator: ‘Sonhava com um longo reinado’

Publicidade

Rafael Lovato Jr não é mais o detentor do cinturão peso-médio do Bellator. Na última segunda-feira (10), a organização anunciou que o lutador, de 36 anos, decidiu renunciar ao seu título após ser diagnosticado com cavernoma, uma rara doença – que afeta uma em cada 200 pessoas da população mundial -, e que está relacionada à má formação dos vasos sanguíneos na região do cérebro.

“Minha jornada com minha equipe e família para me tornar campeão dos médios do Bellator foi incrível e algo que irei amar para sempre. Eu sonhava em ter um longo reinado como campeão, mas às vezes a vida tem outro plano. O Bellator ajudou bastante nesse processo difícil, uma situação que nunca havia acontecido antes no nosso esporte. Sei que a divisão (peso-médio) deve seguir em frente e desejo a todos grandes lutas a caminho desse cinturão. Vou trabalhar para voltar, se possível – e, se não, a vida continuará sendo incrível para mim -, e estou ansioso para trabalhar com o Bellator de outra maneira”, disse Lovato.

Invicto no MMA, com dez vitórias, o americano descobriu a doença após a realização de uma tomografia antes de sua luta contra Gegard Mousasi no Bellator 223, em junho do ano passado, onde saiu vencedor por decisão majoritária após cinco rounds e conquistou o título peso-médio. Agora, o Lovato pausa a sua carreira sem a certeza se, com a realização do tratamento, terá a liberação para voltar a lutar.

“Este foi um momento incrivelmente desafiador para Lovato Jr, sua equipe e sua família em casa. Ele é um verdadeiro guerreiro do esporte e não posso dizer o suficiente sobre ele por tomar uma decisão tão difícil como essa. Sua saúde é a prioridade para nós e continuaremos a trabalhar com ele na abordagem dos próximos passos em sua carreira, juntos”, afirmou Scott Coker, presidente do Bellator.

Campeões renovam vínculo com o Bellator 

Atuais campeões peso-meio-médio e peso-mosca do Bellator, o brasileiro Douglas Lima e a havaiana Ilima-Lei Macfarlane tiveram seus respectivos vínculos ampliados com a organização. Macfarlane, por exemplo, anunciou que seu novo contrato tem duração de dez lutas e cinco anos, e através das suas redes sociais, celebrou a extensão do acordo. “Muito grata por poder permanecer no Bellator. Eles acreditaram em mim desde o início e foram muito bons para mim. Esta é a minha casa”, escreveu a lutadora.

Campeã dos moscas, Ilima-Lei Macfarlane tem 29 anos e está invicta no MMA, com 11 vitórias. Em sua última apresentação, no mês de dezembro, a casca-grossa derrotou Kate Jackson por decisão unânime dos jurados. Já o campeão meio-médio Douglas Lima reconquistou o cinturão da categoria em outubro, quando superou Rory MacDonald na grande final do GP da divisão, faturando ainda a quantia de US$ 1 milhão.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img