Poirier afirma que McGregor é ‘mentalmente fraco’ e cutuca: ‘Sempre dá desculpa quando perde’

Publicidade

O fato de Conor McGregor ter compartilhado fotos do seu tornozelo esquerdo enfaixado como espécie de “justificativa” para a grave lesão sofrida na luta principal do UFC 264, quando foi derrotado por Dustin Poirier por nocaute técnico no primeiro round, não foi bem aceito pelo americano, que voltou a disparar críticas.

Após tomar conhecimento das fotos divulgadas pelo “Notorious”, Poirier, que venceu McGregor pela segunda vez consecutiva, alfinetou seu rival e afirmou que o ex-campeão peso-pena e peso-leve do Ultimate utilizou isso como “desculpa” para mais uma derrota que sofreu em sequência. E que isso já é um hábito.

“Sinto que ele (Conor McGregor), mentalmente, é fraco. É sempre uma desculpa (quando perde). Eu estou tentando não ler tanto e nem ver sobre isso, agora estou em casa com a minha família. Foi mais uma vitória no meu cartel. Eu sei que fiz o necessário tanto na luta, quanto no meu camp. (…) Continuo saudável, seguro, venci e sou o número 1 (na corrida para disputar o cinturão peso-leve do UFC)”, opinou o americano.

Atualmente com 32 anos e um cartel de 28 vitórias e seis derrotas no MMA profissional, Dustin Poirier criticou o fato de Conor McGregor sempre apresentar uma justificativa para as suas derrotas. Em janeiro, quando os desafetos se enfrentaram pela segunda vez, no UFC 257, em Abu Dhabi, o irlandês foi nocauteado no segundo round e, posteriormente, disse que estava treinando para enfrentar Manny Pacquiao em uma luta de Boxe.

“Houve muitas desculpas na luta anterior também. Ele disse que não estava focado no MMA, que estava se preparando para fazer uma luta de Boxe contra o Pacquiao, e vários outros motivos. Muitas desculpas… Se ele treina para um combate, alguma coisa vai acontecer na semana da luta, seja com cotovelo, pulso, mão, etc”.

Por fim, Poirier esclareceu que não percebeu no momento da luta – realizada no início de julho – que McGregor havia sofrido uma fratura e, por conta disso, continuou golpeando, mesmo após o irlandês, sentado, não estar mais apresentando condições de continuar. O americano ainda completou, falando sobre a série de provocações que o “Notorious” fez contra ele e sua esposa, já com o confronto encerrado.

“Foi um pouco surpreendente, mas esse cara vai o mais longe que puder, não há limites para o que diz. O que surpreendeu mais foi, mesmo com a perna quebrada, ele estar sentado e falando. As coisas que falou não surpreenderam tanto, porque ele disse essas loucuras a semana toda. (…) Quando você está no olho do furacão, é complicado, não sabia que ele tinha quebrado a perna, porque estávamos trocando golpes ao mesmo tempo. Não sabia que havia quebrado até ouvir o sinal e me afastar. Vi que ele estava segurando a perna, o tornozelo estava pendurado, não havia osso, só a pele. Foi quando percebi que quebrou”, finalizou.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img