Em luta intensa, Marina Rodriguez supera Mackenzie Dern no main event do UFC Vegas 39 e se aproxima do título

Realizado neste sábado (9), em Las Vegas (EUA), o UFC Vegas 39 reforçou a boa fase de Marina Rodriguez na organização. Em duelo intenso e que durou cinco rounds, a brasileira mostrou um bom controle na luta em pé e derrotou Mackenzie Dern na decisão unânime, conquistando sua terceira vitória seguida no Ultimate. No co-main event, válido pela divisão meio-médio, Randy Brown teve atuação segura e, sem dificuldades, venceu Jared Gooden por unanimidade, emplacando seu quarto triunfo nas últimas cinco lutas na companhia.

Além do confronto entre Mackenzie Dern e Marina Rodriguez, o card do UFC Vegas 39 contou com outros dois brasileiros, ambos em ação também no card principal. O peso-mosca Matheus Nicolau teve bom desempenho e superou o experiente Tim Elliott na decisão unânime. Já o peso-galo Felipe Cabocão mostrou boa resistência, mas acabou sendo derrotado por Chris Gutierrez na decisão dividida dos jurados.

Marina vence Mackenzie e se aproxima do cinturão

Como já se esperava, a luta teve um início estudado, com poucos golpes aplicados, mas quem tomou a primeira ação foi Marina Rodriguez, que ocupou o centro do cage e passou a conectar bons golpes na média distância. Ainda no primeiro round, Mackenzie Dern buscou a queda sobre sua oponente, mas não teve sucesso. Já no segundo assalto, a multicampeã no Jiu-Jitsu partiu para cima e, após muito insistir, conseguiu colocar o confronto no chão. Em seu jogo de segurança, Dern foi surpreendida inicialmente por um bom triângulo de mão aplicado pela gaúcha, mas se defendeu bem e, a partir disso, mostrou controle na luta agarrada, conseguindo a transição para as costas e aplicando uma chave de braço e um mata-leão em sequência, também bem defendidos por Rodriguez. Com bons golpes no ground and pound, Mackenzie igualou as ações no embate.

No terceiro e quarto rounds, o roteiro foi praticamente o mesmo. Aproveitando-se já de um certo desgaste de Mackenzie Dern, Marina Rodriguez encontrou sua distância na luta e passou a conectar golpes precisos, intercalando boas combinações de socos e chutes, reforçando sua superioridade na luta. Por outro lado, Mackenzie buscava se aproximar para trabalhar seu jogo, mas não conseguia entrar no raio de ação da adversária, que abriu boa vantagem no confronto. No quinto e derradeiro assalto, ciente de que estava atrás no placar, Dern ainda buscou, dentro das limitações físicas impostas pelo duelo intenso, pressionar a gaúcha, mas não conseguir ser efetiva em suas ações. No fim, Marina Rodriguez saiu com a vitória na decisão unânime e chegou à sua terceira vitória seguida no UFC, enquanto Mackenzie Dern perde após quatro triunfos em sequência.

Matheus Nicolau supera Elliott em luta equilibrada

O confronto começou intenso, com Tim Elliott, logo nos primeiros minutos, aplicando um cruzado de direita que derrubou Matheus Nicolau. O americano foi controlando o centro do octógono e, em um momento em que o brasileiro aplicou um bom golpe de direita, Elliott respondeu com uma bela queda, pressionando Nicolau contra a grade até o final da parcial. No segundo round, logo nos primeiros segundos, Tim Elliott buscou a queda, mas Matheus saiu da posição e respondeu com um potente soco. Depois disso, o mineiro cresceu de produção na luta e conseguiu boas combinações de golpes e igualou as ações diante do americano.

Nicolau iniciou o terceiro assalto com maior movimentação e volume de golpes em relação ao seu oponente, mas Elliott reagiu e pressionou o brasileiro no clinch contra a grade. Na metade da parcial, Matheus conseguiu uma importante queda sobre o americano e, mesmo sem ser muito efetivo, conseguiu manter sua posição por cima até o final do round. No fim, os árbitros decretaram a vitória na decisão unânime para Matheus Nicolau, que emplaca sua segunda vitória desde que retornou para a organização.

Felipe Cabocão é derrotado por americano

O duelo teve um início equilibrado na trocação, com os dois lutadores apostando nos chutes. Felipe Cabocão tomou a primeira ação mais efetiva, encurralou Chris Gutierrez contra a grade e buscou a queda, mas não teve sucesso. Na sequência, os atletas ficaram no clinch, trocando de posição na grade, deixando o combate equilibrado. No segundo round, Cabocão e Gutierrez seguiram na trocação e, com isso, o americano foi aplicando golpes mais significativos, mostrando boa movimentação para fazer suas combinações. Na reta final, Felipe novamente tentou derrubar seu adversário, mas não teve sucesso em sua investida.

No terceiro e último assalto, Felipe Cabocão tentou, mais uma vez, pressionar Chris Gutierrez contra a grade na tentativa de derrubá-lo. Após muito insistir, o brasileiro conseguiu a queda, mas não foi efetivo, mesmo por cima, e perdeu a posição na reta final do round. Melhor ao longo dos três rounds, o americano saiu vencedor na decisão dividida dos jurados e conquistou sua segunda vitória seguida no UFC, enquanto Cabocão volta a perder dentro da organização depois do triunfo sobre Luke Sanders no combate anterior.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Vegas 39
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 09 de outubro de 2021

Card principal
Marina Rodriguez derrotou Mackenzie Dern por decisão unânime dos jurados
Randy Brown derrotou Jared Gooden por decisão unânime dos jurados
Matheus Nicolau derrotou Tim Elliott por decisão unânime dos jurados
Mariya Agapova finalizou Sabina Mazo com um mata-leão no 3R
Chris Gutierrez derrotou Felipe Cabocão por decisão dividida dos jurados

Card preliminar
Alexandr Romanov derrotou Jared Vanderaa por nocaute técnico no 2R
Damon Jackson derrotou Charles Rosa por decisão unânime dos jurados
Lupita Godinez finalizou Silvana Juarez com um armlock no 1R
Steve Garcia Jr. derrotou Charlie Ontiveros por nocaute técnico no 2R