Embalado por cinco vitórias seguidas, Elismar Carrasco promete dar show em sua estreia no evento Open FC: ‘Pronto para buscar o cinturão’

Publicidade

Elismar “Carrasco” Lima tem feito nos últimos anos estrago no cenário nacional. Embalado por cinco vitórias consecutivas, sendo três delas anotadas por nocaute ou nocaute técnico, o lutador goiano recebeu a oportunidade de atuar pela segunda vez no cenário internacional. O brasileiro vai enfrentar Viktor Kolesnik na segunda edição do Open FC, evento russo que vem ganhando cada vez mais espaço no Leste Europeu.

Controlando a ansiedade para sua estreia no próximo sábado, 20 de fevereiro, o casca-grossa prometeu um espetáculo logo em sua primeira luta na organização: “Sempre existe uma ansiedade, nada que me mude, o pouco que tenho controlo com oração. Estou indo para dar show, mostrar que estou pronto para nocautear ou finalizar, e caso a luta seja decidida pelos árbitros laterais, deixar claro que ganhei”, afirmou o peso-pena.

Devido aos resultados recentes, Elismar alcançou o topo da “cadeia alimentar” do MMA brasileiro ao conquistar o cinturão peso-pena do Future MMA – vencedor do prêmio Osvaldo Paquetá de “melhor evento do Brasil” em 2019. Número 1 no ranking nacional, tanto na categoria peso pena, quanto peso por peso, o lutador de 32 anos falou sobre o fato de ser o nome a ser batido atualmente: “Agora todo mundo quer cair pra dentro e tomar minha posição no ranking, meu cinturão, mas enquanto Deus me der força e saúde, vai ficar complicado pra eles”, provocou o goiano, dono de um cartel com 23 triunfos e sete derrotas.

Adversário do brasileiro na luta principal do Open FC 2, Viktor Kolesnik soma 17 vitórias em 22 lutas. Aos 24 anos, o atleta é natural da cidade de Krasnodar, na Rússia, e promete contar com o apoio da torcida local. Já Carrasco pode marcar seu nome como o primeiro estrangeiro a vencer uma luta principal na organização – que promete dominar o MMA na Rússia -, além de despontar como postulante ao título no peso pena.

“Espero que minha próxima luta seja em um evento de magnitude mundial, pretendo assinar contrato com um evento desse nível, porém, se não acontecer, estou pronto para ir em busca do cinturão do Open FC”, finalizou. Além de Carrasco, a segunda edição do Open FC ainda vai contar com quatro brasileiros: Jonas Boeno, Mateus Raposinha, Leon Ogro e Adriano Balby, que encara Sharaf Davlatmurodov no co-main event.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade