Fernanda Mazzelli vibra com duplo ouro no Sul Americano No-Gi e projeta: ‘Seguir ativa’

Publicidade

Fernanda Mazzelli somou mais dois títulos ao seu vasto currículo no Jiu-Jitsu. Tricampeã mundial, a faixa-preta de 32 anos brilhou no Sul Americano No-Gi, realizado por CBJJ/IBJJF no último fim de semana, no Rio de Janeiro. Sem lutar em uma competição deste nível desde 2019, quando venceu o Vitória Open, Fernanda não sentiu a pressão e fez bonito no torneio, apesar da ansiedade.

“Acabo ficando muito ansiosa, sinto um frio na barriga, mas a gente tem que saber controlar. Quando voltei, ainda no Estadual do Espírito Santo, me senti até um pouco estranha na primeira luta, mas depois que peguei o ritmo tudo acabou ficando mais fácil”, declarou a faixa-preta, que tem afiado a preparação física com Tony Bergamo e o chão com o coach Thiago Oliveira.

Atleta consagrada no cenário brasileiro e mundial, Fernanda Mazzelli retornou aos tatames em meados de março – após pausa por conta da pandemia -, quando competiu em uma das etapas do Estadual da FCJJE, no Espírito Santo. Na ocasião, ela ficou com o título no absoluto ao fechar a categoria com sua companheira de treinos Juliana Araújo, bicampeã brasileira.

Orgulhosa do desempenho no Sul Americano sem quimono, onde levou o ouro tanto na sua divisão, quanto no absoluto, a lutadora pretende seguir ativa para aumentar sua coleção de medalhas, já extensa em mais de 13 anos de carreira apenas como faixa-preta: “Fiquei muito feliz com o resultado no Sul Americano, agora pretendo lutar todos os eventos possíveis, me manter mais ativa no cenário e disputar torneios locais, assim como os de maior repercussão no Brasil”, completou.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img