Fora do UFC Chile, duelo entre Shogun e Oezdemir é remarcado e será main event

Publicidade

Por Yago Rédua

Por conta de problemas com a justiça dos Estados Unidos, Volkan Oezdemir está impedido sair do país. Com isso, o confronto com Maurício Shogun, que estava marcado para o UFC Chile, não será mais realizado na América do Sul. Segundo informações apuradas pela TATAME, o combate segue de pé e vai se tornar luta principal. No entanto, o novo card do confronto entre os meio-pesados ainda não foi oficilizado pelo Ultimate.

Oezdemir vem de derrota para o campeão Daniel Cormier, no UFC 220, em janeiro, realizado em Boston (EUA). Já o Shogun, ex-campeão meio-pesado, vem de três vitórias seguidas na categoria, mas não sobe ao octógono desde março de 2017.

Relembre o caso

Oezdemir chegou a ser detido em novembro passado e, depois, liberado somente ao pagar fiança de US$ 10 mil. A suposta vítima, identificado como Kevin Cohen, afirmou ter escutado seu amigo gritar por socorro na entrada de um bar em Fort Lauderdale. A partir do momento em que chegou ao local, a vítima se deparou com Sergio Sandoval desacordado e, em seguida, teria sido atingido por Oezdemir. Cohen ainda alegou que ficou desacordado 14 minutos e foi direcionado para o hospital mais próximo, onde foi diagnosticado com sintomas de concussões e levou pontos por múltiplas lacerações.

Responsável pelas investigações do caso envolvendo o lutador, a polícia local declarou que fez tentativas de contato com Sandoval, todavia, não obteve resposta. Por isso, Volkan responderá apenas pela “suposta agressão” a Kelvin Cohen, única vítima a prestar queixa.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade