‘Futuro de Kayla Harrison no MMA tem que ser no UFC ou Bellator’, afirma dirigente; veja mais

Presidente do Bellator, Scott Coker analisa futuro de Kayla Harrison e diz que lutadora precisa optar por lutar no UFC ou no Bellator; veja

Publicidade

Atualmente sem contrato com a PFL, organização onde lutou desde 2018, Kayla Harrison está, teoricamente, livre para atuar por uma nova organização no MMA no ano de 2022. Não é de hoje que a bicampeã olímpica no Judô tem seu nome cotado para lutar em companhias como UFC e Bellator, mas embora as negociações existam entre as partes, até o momento nada foi definido.

Um dos interessados em trazer Kayla Harrison para o Bellator é Scott Coker, presidente da organização norte-americana. Em entrevista ao site MMA Junkie, o mandatário deixou claro que vem negociando com a lutadora e deixou claro que o próximo passo da carreira da americana nas artes marciais mistas deve ser justamente no Bellator ou, então, no UFC.

“Nós tivemos uma boa conversa com ela (Kayla Harrison). Ela é um doce, é uma baita lutadora e eu realmente acho que para ela subir de nível, tem que vir aqui (Bellator) lutar com a (Cris) Cyborg ou ir para o UFC e lutar com a Amanda Nunes ou (Julianna) Peña. Acho que esse deve ser o próximo passo”, analisou Scott Coker, que concluiu logo na sequência.

“Nós ainda estamos conversando. Não tem nada assinado. Eu acho que a Kayla Harrison ainda está tentando analisar as ofertas e ver onde ela quer chegar, mas não tenho certeza do que ela vai fazer. Para mim, parece natural que, se você quiser se testar, você tem que dar mais um passo”, concluiu.

Atualmente com 31 anos, Kayla Harrison fez história no Judô ao se tornar bicampeã olímpica e migrou para o MMA, onde está invicta com 12 vitórias, todas elas conquistadas na PFL (Professional Fighters League). Pela organização norte-americana, a faixa-preta de Judô foi bicampeã no torneio peso-leve e faturou US$ 2 milhões em premiação por conta dos títulos na franquia.

Para conferir mais notícias sobre Kayla Harrison, clique aqui
Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade