Com aposta valendo mais de R$ 2 milhões, Gilbert Durinho desafia Nate Diaz para combate de grappling no SUG; entenda

Publicidade

Atual segundo colocado no ranking da categoria meio-médio do UFC e embalado por uma sequência de seis vitórias na organização, Gilbert Durinho está bem cotado para disputar o cinturão da divisão contra o atual campeão, Kamaru Usman. No entanto, pelo fato de o confronto ainda não ter uma data definida, o brasileiro já vem pensando em um novo desafio e inclusive definiu seu alvo: o polêmico Nate Diaz.

Faixa-preta de Jiu-Jitsu, com títulos importantes na arte suave antes da migração para o MMA, Durinho utilizou sua conta oficial no Twitter para desafiar Diaz para um duelo de luta agarrada no Submission Underground (SUG), evento liderado pelo ex-lutador Chael Sonnen. Vale ressaltar que o americano, apesar de também ser faixa-preta e especialista na luta de solo, não possui o mesmo currículo do brasileiro em competições de Jiu-Jitsu. Gilbert é campeão mundial com quimono e, em 2015, foi bronze no ADCC.

Para tornar o desafio ainda mais atrativo, o brasileiro natural de Niterói (RJ) sugeriu uma aposta em dinheiro com Nate, onde o vencedor do possível confronto iria faturar US$ 400 mil (aproximadamente R$ 2,2 milhões). Dessa forma, cada um casaria 200 mil dólares e o vitorioso na disputa levaria todo o montante.

“Então, como minha luta de título (contra Kamaru Usman, no UFC) ainda não está marcada, vamos lutar (no grappling). Vamos ver quem é o verdadeiro gângster, Nate Diaz. Eu coloco 200 mil dólares e você coloca 200 mil dólares, o vencedor leva tudo, no torneio do Chael Sonnen (Submission Underground). O que você me diz?”, publicou Durinho, que até o momento, ainda não recebeu uma resposta por parte do americano.

Vivendo a melhor fase de sua carreira no MMA, Gilbert entrou em ação pela última vez em maio, quando derrotou o ex-campeão Tyron Woodley por decisão unânime no UFC on ESPN 9. Desde que se tornou desafiante ao cinturão meio-médio, o brasileiro vem trocando provocações com Nate Diaz, que por sua vez, não luta desde novembro do ano passado, quando sofreu nocaute técnico para Jorge Masvidal no UFC 244.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img