Em recuperação, Gordon Ryan perde 9kg e alerta: ‘Não importa quantos esteroides você tome’

Estrela do grappling, Gordon Ryan abriu o jogo sobre o uso de esteroides e falou sobre o desenvolvimento de "músculos reais"

Em recuperação, Gordon Ryan perde 9kg e alerta: ‘Não importa quantos esteroides você tome’

Gordon Ryan abriu o jogo sobre o uso de esteroides e falou sobre o desenvolvimento de "músculos reais" (Foto: Reprodução)

Considerado o principal nome do grappling nos dias atuais, Gordon Ryan recentemente anunciou seu afastamento das competições durante toda a emporada de 2024, com exceção, segundo o próprio, do ADCC, que será realizado em agosto. Enfrentando problemas de saúde nos últimos tempos, como uma grave infecção estreptocócica na garganta, que também evoluiu para o estômago, o americano relatou aos seus fãs como está no momento e também fez uma reflexão interessante sobre o uso de esteroides.

“The King”, vale ressaltar, nunca negou o uso de esteroides e aproveitou para rebater quem considera que a utilização de anabolizantes proporcionam, por si só, uma grande diferença na massa corporal do atleta. Sem treinar da maneira como está acostumado por conta das suas questões de saúde, Gordon Ryan revelou que perdeu quase 10kg por conta do repouso “forçado” que precisou lidar nos últimos meses.

Todavia, apesar da quantidade significativa de quilos perdidos, Gordon Ryan salientou que seu “shape” se manteve em alto nível devido ao seu “profissionalismo no desenvolvimento de músculos reais”, que não dependem do uso de esteroires. Diante disso, o astro do grappling deu a entender que a utilização de substâncias para aumento de performance não impedem o atleta de apresentar a perda do tão falado “shape” se o mesmo não conseguir uma regularidade para treinar ou malhar na academia.

“Para aqueles próximos de mim, vocês sabem que estive completamente acamado durante o último mês ou mais por conta do meu estômago. Não tenho sido capaz de comer basicamente nada, nem de fazer exercícios. Hoje, em mais de um mês, é o primeiro dia em que consegui fazer mais do que uma musculação leve (treinei pernas). Eu perdi 9kg – estou atualmente com cerca de 93 kg -, mas ainda me sinto forte e pareço bem. Provavelmente sou o ser humano mais bonito que já existiu, mas esse não é o ponto.

Não importa quantos esteróides você tome, você não vai manter seu tamanho fora de ciclo ou durante uma doença se você não tiver construído músculos ‘reais’. É por isso que vemos caras indo de 106kg ‘ciclando’ para 77kg fora do ciclo. Mesmo desnutrido e morrendo, eu ainda sou eu. Você não pode pegar atalhos e esperar resultados apropriados. É algo que a Nathalia Santoro me ensinou há sete anos e eu, finalmente, entendi o que ela queria dizer. Vem mais por aí e dedos cruzados para que esses novos medicamentos sigam me ajudando”, escreveu Gordon Ryan.

Afastado das competições por tempo indeterminado pelos problemas de saúde já citados, Gordon Ryan tem 28 anos de idade e é considerado a maior estrela do grappling na atualidade, onde está sem perder uma luta desde maio de 2018. O americano competiu pela última vez em outubro do ano passado e finalizou Patrick Gaudio no “Who’s Number One 20”. Gordon faria mais duas lutas em 2023, mas por conta de uma fratura na costela, foi forçado a deixar os combates contra Lucas Hulk, pelo WNO, e Mason Fowler, no UFC Invitational 4.

Para conferir mais notícias sobre Gordon Ryan, clique aqui