Hacran Dias vence no ACA, Rony Jason perde no México e Rafael Morcego é campeão no Pancrase

Publicidade

Além do UFC Londres, realizado na Inglaterra no último sábado (16), o MMA teve diversos eventos pelo mundo neste fim de semana. O destaque ficou com o ACA 93, a fusão do Absolute Championship Berkut (ACB) e o Akhmat Fight Club, em São Petersburgo, Rússia.

Ex-lutador do UFC, Hacran Dias fez parte do card e venceu Ustarmagomed Gadzhidaudov por decisão unânime dos jurados após dominar os três rounds. O atleta da Nova União chegou ao triunfo de número 25 como lutador profissional. O brasileiro atuou como peso-leve, e enquanto lutou pelo Ultimate, Hacran integrava a categoria peso-pena (até 66kg).


Na luta principal, Salman Zhamaldaev venceu por decisão unânime Marat Balaev. Os dois entregaram um confronto empolgante para o público. Já no duelo que terminou com a vitória de Alexey Butorin sobre Jose Toledo, foram cinco minutos de ação. O embate franco e aberto foi aplaudido de pé pelos fãs e terminou com vitória por nocaute do russo Alexey.

Outra luta marcada pela trocação foi a vitória de Tural Ragimov sobre Akhmed Shervaniev em apenas 26 segundos. Já Renê Pessoa finalizou Khamzat Sakalov com uma guilhotina bem afiada. Um pouco antes de pegar, o brasileiro aplicou diversas cotoveladas no russo.

Rony Jason perde no México e desabafa

Rony Jason, ex-UFC e campeão do TUF Brasil 1, foi para Cidade do México (MEX) fazer a sua primeira luta após deixar o Ultimate. O lutador não subia ao cage desde fevereiro de 2017, quando atuou no UFC Fortaleza. No combate, foi derrotado pelo compatriota Diego Lopes por decisão unânime. Nas redes sociais, o potiguar desabafou sobre a ausência de patrocinadores, disse que sofreu para comprar as passagens e que foi sem córner lutar.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

(Vídeo 2) não vou pedir desculpa por correr atrás dos meus objetivos. Ontem não foi meu dia, deu o meu melhor.

Uma publicação compartilhada por Rony `Jason´ Mariano (@ronyjasonoficial) em

Brasileiro mantém título no Pancrase

Na edição 303 do Pancrase, no domingo (17), o brasileiro Rafael Morcego conquistou o título linear dos galos ao derrotar Kenta Takizawa ainda no primeiro round, em Tóquio, no Japão, pela luta principal do evento. A vitória foi por finalização. Em 2018, o catarinense de 33 anos havia conquistado o cinturão interino da categoria, e agora ele unifica os títulos.

Campeões nas Filipinas e Estados Unidos

No Brave CF, realizado nas Filipinas, Stephen Loman manteve o cinturão peso-galo ao nocautear Elias Boudegzdame. Rolando Dy, que teve passagem pelo UFC, também lutou no card e saiu vitorioso. Já no Titan FC, Mike Graves é o novo campeão peso-meio-médio da franquia. O lutador venceu Jared Gooden. O brasileiro Paulo Sérgio Santos nocauteou Nurbergen Sharipov. Em luta de grappling, Gilbert Durinho finalizou Gleison Tibau (veja).

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade