José Aldo revela que cogitou aposentadoria do MMA

José Aldo, que tem luta marcada para o próximo sábado (4) no UFC Vegas 44, admitiu que cogitou aposentadoria do MMA; veja mais detalhes

Publicidade

No próximo sábado (4), José Aldo terá um importante desafio na luta principal do UFC Vegas 44, que será realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Caso vença o combate diante de Rob Font, o brasileiro, ex-campeão do UFC na categoria peso-pena, voltará a ficar bem próximo de uma nova chance de disputar o cinturão na divisão dos galos, o que já aconteceu em julho do ano passado. O que poucos sabem, no entanto, é que o experiente atleta vem passando por um momento de recomeço em sua carreira.

Prestes a entrar no octógono para fazer mais uma luta, Aldo revelou, em entrevista ao site MMA Fighting, que cogitou se aposentar do MMA após amargar uma sequência de três derrotas consecutivas entre 2019 e 2020, para Alexander Volkanovski, Marlon Moraes e Petr Yan, respectivamente. Apesar disso, o “Campeão do Povo” disse que recuperou sua paixão pelas artes marciais mistas com os treinos que realizou na Marinha do Brasil, onde, segundo ele, voltou a ter motivação, emplacando duas vitórias em sequência depois disso, sobre Marlon Vera e Pedro Munhoz.

“Eu já estava pensando em me aposentar mesmo, tinha isso em mente, mas depois da luta contra Yan, da pandemia, essas crianças da Marinha do Brasil acenderam um fogo dentro de mim. Tenho muita vontade de lutar atualmente. Estou na Marinha há quase dois anos, desde o início da pandemia. Estou me sentindo um menino de novo, aprendendo a cada dia, mudando meu estilo de luta. Isso me renovou para lutar novamente, acendeu o fogo que eu precisava. Penso em conquistar o cinturão dos galos. Depois disso, vou conversar com Dedé (Pederneiras, seu treinador na Nova União) e ver o que podemos fazer com a minha carreira”, declarou Aldo.

Ciente da boa fase que vive em sua carreira, José Aldo, atualmente com 35 anos e um cartel de 30 vitórias e sete derrotas no MMA profissional, não tem pressa visando uma nova disputa de cinturão no peso-galo. Atual quinto colocado no ranking da divisão, o brasileiro, inclusive, deu a entender que uma luta contra o também ex-campeão TJ Dillashaw pode acontecer na sequência, em caso de vitória contra Rob Font no sábado.

“Pode acontecer (luta contra TJ Dillashaw). O fato de (Aljamain) Sterling (atual campeão linear no peso-galo) estar machucado e não sabermos quando ele vai voltar pode fazer a luta com Dillashaw acontecer no futuro. Dillashaw e eu, não sei se agora ou no futuro próximo, queremos essa luta. É uma grande luta para nós dois, para o UFC e para os fãs. Nós concordamos. Não sei se poderia estar no mesmo card de Sterling x (Petr) Yan (atual campeão interino no peso-galo). Se for, estarei pronto. Minha história é rica, a dele também e precisamos fazer essa luta”, encerrou.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 44
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 04 de dezembro de 2021

Card principal (00h, horário de Brasília)
Peso-galo: José Aldo x Rob Font
Peso-leve: Brad Riddell x Rafael Fiziev
Peso-leve: Clay Guida x Leonardo Santos
Peso-meio-pesado: Jimmy Crute x Jamahal Hill
Peso-médio: Brendan Allen x Chris Curtis

Card preliminar (21h, horário de Brasília)
Peso-médio: Maki Pitolo x Dusko Todorovic
Peso-mosca: Manel Kape x Zhalgas Zhumagulov
Peso-meio-médio: Jake Matthews x Jeremiah Wells
Peso-palha: Cheyanne Vlismas x Mallory Martin
Peso-meio-pesado: Alonzo Menifield x William Knight
Peso-leve: Claudio Puelles x Chris Gruetzemacher
Peso-pesado: Jared Vanderaa x Azamat Murzakanov
Peso-meio-médio: Alex Morono x Mickey Gall
Peso-galo: Louis Smolka x Vince Morales

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade