Jovem talento de apenas 12 anos conquista medalha de ouro no Pan Kids e vislumbra futuro no esporte

Publicidade

Nos últimos dias, Jorge Fernandes, popularmente conhecido como “Jorjão”, conquistou, pela segunda vez, o tão cobiçado primeiro lugar no Pan Americano de Jiu-Jitsu Kids, promovido pela IBJJF e que este ano foi realizado em Orlando (EUA), ao invés de Long Beach, na Califórnia, por conta da pandemia da Covid-19.

A competição contou com quase 2 mil crianças inscritas e Jorjão foi um dos grandes destaques após um período de muitas restrições, dedicação e disciplina. Com apenas 12 anos de idade, o jovem atleta acumula diversos títulos e premiações, sendo bicampeão do American National e do USA Open de Judô, além de ostentar várias outras conquistas importantes no circuito de competições da arte suave. 

Apesar de ainda ser muito novo, Jorge tem uma rotina de treinos de “gente grande”, que exige dedicação e privação de muitas coisas para conquistar os seus títulos. Em dezembro de 2020, em visita ao Brasil, ele parou em algumas academias para treinar e se preparar para o Pan Kids. Nessa passagem pelo país, conheceu Bryan Pessanha, outro atleta promissor, que fez quarentena no México para poder participar do torneio.

Jorjão e Bryan rapidamente se tornaram grandes amigos e, para não ter que lutar com o seu amigo pelo ouro, tomou uma difícil decisão: descer de divisão de peso para evitar o confronto. A atitude trouxe consequências e se tornou um grande desafio, tendo em vista que o jovem teve que fazer uma rigorosa dieta e passar por uma exaustiva preparação física. Jorge precisou perder peso sem perder o condicionamento. No entanto, no final, todo o sacrifício foi recompensado e os dois atletas conquistaram o desejado ouro.

E o sonho não termina aqui, como disse o próprio Jorjão: “Meu sonho é ser campeão Mundial quando tiver 16 anos. Para isso, tenho me preparado muito”, projetou o atleta. Representando a Flórida no maior campeonato de Jiu-Jitsu para crianças no mundo, Jorge Fernandes mora e treina em Fort Lauderdale. Ele é filho – e também aluno – do faixa-preta Júnior Fernandes, que faz parte da American Top Team Fort Lauderdale. Além disso, o pequeno casca-grossa também pratica Judô treinando em Coconut Creek, no Ki-itsu, mesmo clube onde treina Angelica Delgado, representante da equipe americana de Judô nas Olimpíadas de Tóquio. 

“Master Junior”, como é conhecido o pai e coach de Jorjão, sempre teve amor em ensinar crianças. Com uma equipe de 16 atletas lutando e representando sua academia, viu a pandemia prejudicar a vida dos alunos. Preocupado com a situação, ele ressaltou que muitos jovens agora têm maior grau de dificuldade de socialização. Para ele, a participação em campeonatos e a prática de esportes tem ajudado nesse momento.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade